Uma enorme águia americana chama atenção ao ser vista embarcando para voar de avião

Imagem: TSA

Um “passageiro” de avião muito improvável chamou atenção nesta semana durante o procedimento de inspeção de segurança para o embarque em um voo comercial.

De nome Clark, a águia americana (bald eagle) do Santuário Mundial de Aves (World Bird Sanctuary) foi vista e filmada na área de segurança da Administração de Segurança de Transportes (TSA – Transportation Security Administration) no Aeroporto Internacional Charlotte Douglas (CLT), nos Estados Unidos.

Segundo brincou na quinta-feira, 25 de agosto, um perfil da própria TSA no Twitter, “Os oficiais da TSA estão acostumados a ver uma águia em seu uniforme enquanto olham por cima do ombro, mas tenho certeza de que a equipe do Checkpoint A do Aeroporto de Charlotte deu uma dupla olhada quando viu uma real, no início desta semana”.

De acordo com o post, os agentes da TSA foram notificados de que Clark voaria e puderam revistar Clark e seu treinador antes de embarcar:

“Nosso convidado especial foi Clark the Eagle com o World Bird Sanctuary, que decidiu dar um tempo em suas asas e voar comercialmente. Sua companhia aérea nos notificou e nós inspecionamos ele e seu manipulador. Clark é treinado para abrir as asas e até se exibiu um pouco durante a inspeção.”

“Américaaaa…Heck Yeah,” cantou um passageiro próximo a quem estava filmando a cena, enquanto Clark batia suas asas logo atrás de um funcionário da TSA.

Clark nasceu com uma deformidade de escamas nos pés, o que o tornaria propenso a queimaduras de frio e perda de dedos nos invernos, então o World Bird Sanctuary o manteve e o treinou como embaixador do santuário, levando-o a eventos e exibições pelo país.

Imagem: TSA

A águia americana, também chamada de águia careca, tem um comprimento de corpo de 70 a 102 cm, envergadura típica entre 1,8 e 2,3 metros e massa normalmente entre 3 e 6,3 kg. Apesar das dimensões consideráveis, existem outras aves de rapina maiores e mais fortes.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Viabilização de novas rotas no Nordeste é discutida por Azul, Gol...

0
Encontro levantou potenciais dos municípios para receber os novos serviços aéreos e estratégias para diminuir custos operacionais.