Aéreas terão que atualizar software do E195-E2 após problema no motor do A220

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após emitir uma Diretiva de Aeronavegabilidade em julho de 2020, que restringia a operação dos motores Pratt & Whitney (PW) do Embraer 195-E2 após problemas com o Airbus A220, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou hoje uma revisão onde solicita a atualização do software de monitoramento destes motores.

Embraer E195-E2 da Azul e o motor PW1900G

Tudo começou depois que os motores que equipam os aviões concorrentes Airbus A220 (da família PW1500 também fabricados pela PW) apresentaram um problema que fazia com que discos da seção de compressão do motor se rompessem, causando falha incontida, ou seja, ejetando fragmentos de peças com alta energia através da carcaça do propulsor.

Após avaliação de recorrência de casos da falha, e em função da similaridade com a família PW1900 dos jatos E195-E2, foi emitida pela ANAC a Diretiva de Aeronavegabilidade 2020-07-01 em julho do ano passado, definindo que deveria haver uma modificação do manual de voo do avião (Airplane Flight Manual – AFM) para a inclusão de uma alteração na seção de procedimentos normais, instruindo o piloto a limitar o N1 (indicador que mede a velocidade do fan) do motor em voos acima de 33.000 pés.

Agora, a ANAC publica a revisão 2020-07-01 R1 de sua Diretiva de Aeronavegabilidade, que passará a ser efetivada a partir da próxima sexta-feira, dia 26 de março, e que deverá ser cumprida dentro de 12 meses. A nova instrução define a obrigatoriedade de uma atualização do software do controle eletrônico do motor (Electronic Engine Control – EEC) para a versão 9.5.6.7 ou versões posteriores aprovadas pela ANAC.

Após a atualização do software, a instrução de limitação de N1 no manual AFM poderá ser removida, uma vez que o monitoramento será feito de forma automatizada.

A revisão da Diretiva em questão é considerada uma ação provisória,de forma que a ANAC poderá considerar outras ações mandatórias posteriores, dependendo da evolução das investigações sobre as ocorrências no modelo de motor similar ao PW1900 da Pratt & Whitney.

Relembre o caso com os motores PW1500:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias