Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, vive dia de caos após bombeiros entrarem em greve

Aeroporto Paris CDG Charles de Gaulle
Foto por Citizen59 / CC BY 3.0, via Wikimedia

Dezenas de voos foram cancelados neste sábado no aeroporto Charles de Gaulle, o maior de Paris, devido a uma greve dos bombeiros exigindo salários mais altos. A informação foi divulgada pelo canal de TV BFM. Segundo a reportagem, as operações afetadas são as de curtas e médias distâncias. 

“Voos de longa distância são mantidos no cronograma”, disse o aeroporto em uma publicação nas redes sociais. Atualmente, a Air France e Latam possuem voos diretos do Brasil para o aeroporto Charles de Gaulle, os quais não devem ser impactados. No entanto, passageiros em conexão devem ficar atentos e contatar as empresas aéreas.

A Direção Geral de Aviação Civil da França pediu às transportadoras aéreas que cancelassem parte dos voos na sexta e no sábado por conta da greve dos bombeiros. O departamento especificou que parte das pistas foi fechada devido à greve. No total, as transportadoras cancelaram cerca de 100 voos dos 1.300 planejados na sexta-feira. Os números do sábado ainda não foram atualizados.

A greve dos profissionais, indispensáveis para a segurança do aeroporto, se soma a outro desafio enfrentado pela administração do aeroporto Segundo o mesmo canal, na noite de sexta-feira, devido a uma falha técnica em sistemas internos do aeroporto, cerca de 1.000 passageiros saíram de Paris sem bagagem. 

Ao mesmo tempo, como observou o representante do sindicato Force Ouvrière Aeroports de Paris, Emmanuel Duchemin-Humbert, “os passageiros podem ter problemas com a devolução da bagagem em um futuro próximo, pois esse problema técnico ainda não foi resolvido por falta de de pessoal.

Segundo os sindicatos, a greve no aeroporto Charles de Gaulle continuará nos dias 9 e 10 de julho. Neste momento, começam as férias escolares de verão na França, o que levará a um aumento no tráfego de passageiros nas estações ferroviárias e nos aeroportos. 

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

O avião criado para jamais ser usado, mas que está de...

0
Recentemente, no dia 28 de julho de 2022, pousou na Base Aérea de Brasília o Boeing E-4B Nightwatch, uma variante do versátil Boeing 747