Aeroporto de Cabo Frio (RJ) faz leilão para captar mais de R$ 150 milhões em investimentos

Imagem: Prefeitura de Cabo Frio

O Aeroporto Internacional de Cabo Frio (RJ), primeiro equipamento público do tipo com gestão privada no Brasil, vai passar por um novo leilão para captar mais de R$ 150 milhões em investimentos. A Prefeitura do município providenciou estudos técnicos e está em fase final de elaboração do certame, com o objetivo de promover melhorias e ampliações para a aviação civil, o setor turístico e a indústria do petróleo e gás.

De acordo com o comunicado da prefeitura, divulgado na última quinta-feira (12), pelas regras do leilão, será vencedora a empresa que oferecer o maior valor de outorga, com mínimo estipulado a partir de R$ 11 milhões, além de arcar com os investimentos na ordem de R$ 143 milhões que serão aplicados no Terminal de Passageiros e na infraestrutura geral, como obras na pista, torre de controle e melhorias na rodovia de acesso ao aeroporto.

Pelo cronograma, fica programado o investimento de R$ 43 milhões no Terminal de Passageiros, de uso exclusivo da aviação civil, já em 2024, elevando a dimensão da estrutura dos atuais 1.740 metros quadrados para 6.300 metros quadrados. A segunda fase da ampliação está prevista para 2028, com investimento de mais R$ 15 milhões, quando o Terminal chegará a 8.000 metros quadrados. Sendo assim, o valor total aplicado será de R$ 58 milhões nos cinco primeiros anos. A nova concessão vai até 2049.

Os investimentos na ampliação do Terminal de Passageiros, e também na estrutura do aeroporto como um todo, vão colaborar de forma determinante para o desenvolvimento da aviação civil e do turismo em Cabo Frio e em toda a região, além de aumentar a capacidade de arrecadação com o incremento da indústria offshore”, afirma o presidente da Comissão de Concessão do Aeroporto, Telson Barros.

Imagem: Prefeitura de Cabo Frio

Ele explica que, atualmente, 77% das receitas geradas com o Aeroporto de Cabo Frio são provenientes dos voos relacionados à indústria petrolífera. Com os investimentos no Terminal de Passageiros e as melhorias para a aviação civil, a ideia é equilibrar a balança.

O Aeroporto Internacional de Cabo Frio foi inaugurado em 1998 e concedido para gestão da iniciativa privada em 2001. Tem a segunda maior pista de pouso do Estado do Rio, atrás apenas do Galeão, é o maior aeroporto do interior do Estado e atua como ‘hub’ logístico para cargas destinadas à indústria petrolífera.

Informações da Prefeitura de Cabo Frio

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Fivela do cinto de um passageiro era, na verdade, um punhal;...

0
Uma descoberta preocupante foi feita pelos guardas da segurança no Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, na manhã da última