Aeroporto de Cacoal (RO) abre concorrência pública para concessão de áreas comerciais

Aeroporto de Cacoal – Imagem: Governo de Rondônia

A concorrência pública para a concessão do uso de bem público de seis áreas localizadas no interior do Aeroporto Capital do Café, em Cacoal, Rondônia, cujas obras de ampliação e reforma geral foram entregues oficialmente em cerimônia realizada no dia 1º de dezembro, foi aberta essa semana pelo Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Licitação (Supel) e do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER).

Os espaços destinados à concessão, por meio da Concorrência Pública Nº 020/2021/CEL/SUPEL/RO, compreendem duas áreas para a instalação de balcões de atendimento/locação de veículos, duas áreas para restaurantes e lanchonetes e ainda dois espaços destinados a lojas para exploração comercial. Tais serviços proporcionarão mais facilidades aos usuários, passageiros e à comunidade aeroportuária.

Conforme previsto em edital, os interessados deverão apresentar os envelopes com as propostas e os documentos de habilitação às 09 horas (horário local), do dia 13 de janeiro de 2022, na sede da Superintendência Estadual de Compras e Licitação.

A Supel está localizada na Av. Farquar, nº 2986, Bairro Pedrinhas, no segundo andar do Edifício Rio Pacaás Novos no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. Neste mesmo momento terá início a sessão inaugural do procedimento licitatório, com a abertura dos respectivos envelopes.

Os pedidos de esclarecimentos, decorrentes de dúvidas na interpretação do edital desta concorrência pública, e as informações adicionais que se fizerem necessárias para a elaboração das propostas, podem ser enviados à Comissão Especial de Licitação, até dois dias úteis anteriores à data fixada para abertura da sessão pública, preferencialmente por meio eletrônico, através do e-mail celsupelro@gmail.com.

Informações do Governo de Rondônia

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias