Aeroporto de Fortaleza informa que já tratou da situação de embarque de tripulantes questionada pelo SNA

Aeroporto de Fortaleza – Imagem: Fraport Brasil

Como informado na quinta-feira, 5 de janeiro, o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) oficiou a Fraport Brasil, administradora do Aeroporto Internacional Pinto Martins, de Fortaleza (CE), sobre as dificuldades que os tripulantes de voo relataram no embarque internacional.

Como visto, de acordo com denúncias recebidas pelo sindicato, os APACs (Agentes de Proteção da Aviação Civil) do Aeroporto Internacional de Fortaleza estavam impedindo aeronautas de embarcarem com líquidos conduzidos em frascos com volume acima de 100 ml, aplicando com os tripulantes as mesmas regras de itens proibidos nas bagagens de mão utilizadas para os passageiros.

Porém, segundo informa a Fraport Brasil nessa sexta-feira, 6 de janeiro, a situação já havia sido tratada antes do ofício do SNA, ainda em dezembro, em consonância com posicionamento da ANAC sobre o tema.

Em nota ao AEROIN, a concessionária do aeroporto da capital cearense descreve o seguinte:

“A Fraport Brasil esclarece que não existe dificuldade no transporte de líquidos pela tripulação, uma vez que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já se posicionou e orientou os aeroportos sobre o assunto em dezembro de 2022. Isto ocorreu antes da notificação pelo SNA, portanto, o solicitado pelo Sindicato já ocorre desde dezembro 2022. O Aeroporto Internacional de Fortaleza segue a legislação em vigor.”

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Boeing vai contratar mais de 10.000 pessoas em todo o mundo...

0
A Boeing está recuperando sua força de trabalho e voltando a crescer em número de funcionários, enquanto ainda trava uma batalha financeira