Início Aeroportos

Lotado: Aeroportos de Belo Horizonte ficam cheios de aviões por causa da Pandemia

Os Aeroportos da Pampulha e Confins na região metropolitana de Belo Horizonte estão cheios de aviões, mas não por um bom motivo.

Aeronaves da Azul Linhas Aéreas, GOL Linhas Aéreas e LATAM Airlines ocupam os pátios e pistas de táxi dos aeroportos que atendem a capital mineira. São mais de 60 aviões estacionados devido à paralisação do setor em meio à Pandemia do Coronavírus.

No Carlos Drummond de Andrade, conhecido como Aeroporto da Pampulha, são 25 aviões da Azul, que possui um centro de manutenção no aeroporto central de Beagá. São ao todo 14 turboélices ATR 72-600 e 11 jatos Embraer E190 e E195.

Já no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, conhecido como Confins, são 39 aeronaves pela última estimativa, sendo 18 da Azul, 15 da LATAM e ao menos 6 da GOL, tirando os que estão no pátio do Centro de Manutenção da empresa no aeroporto.

Somados os dois aeroportos, são 64 aviões, dos modelos Airbus A319, A320, A320neo e A321neo, ATR 72, Embraer 190 e 195, e Boeing 737-700 e 737-800. Inclusive a taxiway Quebec, que liga o pátio principal de Confins com o terminal de cargas, está interditada para estacionar os aviões da GOL.

Boeings da GOL na taxiway Quebec em Confins

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile