Aeroportos brasileiros devem ver em breve um Airbus A220 em tour especial no país

Avião Airbus A220-300
Airbus A220-300 – Imagem apenas ilustrativa

Daqui a poucas semanas, um avião Airbus A220 deverá passar pelo Brasil para realizar uma visita com um propósito especial: tentar desbancar a Embraer no mercado brasileiro de aviões deste porte.

O projeto, antes chamado de C-Series até ser comprado da canadense Bombardier pela Airbus, concorre com os jatos da geração E2 da Embraer, especialmente com o E195-E2, embora também dispute mercado com os menores modelos das famílias 737 MAX e A320neo.

Segundo a programação preliminar solicitada à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), a aeronave deverá permanecer por aqui ao menos entre os dias 12 e 14 de abril.

Este já era um movimento que ocorreria dois anos atrás, em abril de 2020, para apresentação do modelo a companhias aéreas brasileiras, porém, com a entrada da pandemia da Covid-19, a visita foi cancelada.

O planejamento é de que ao menos os aeroportos de Campinas, Congonhas e Guarulhos receberão o A220.

A programação completa ainda não está disponível, porém, já há um voo solicitado para o dia 12 de abril entre o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, e o de Congonhas, portanto, o jato deverá chegar ao país pelo aeroporto onde está baseada a Azul Linhas Aéreas, ainda sem dia e horário exatos.

Após a partida de Campinas no dia 12, também ainda sem horário confirmado, o pouso em Congonhas será às 13h50.

Já no dia seguinte, 13 de abril, haverá um voo local, decolando às 10h00 e retornando às 11h00. Possivelmente se trata de uma demonstração com executivos de empresas aéreas a bordo. Mais tarde, às 13h00, o A220 partirá para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, onde pousa às 13:50.

Por fim, no dia seguinte, 14 de abril, o avião será levado de Guarulhos para a Europa, com decolagem às 06h00 da manhã.

Os códigos dos voos são todos LX, portanto, a aeronave utilizada provavelmente estará com a pintura da Swiss International Air Lines, que utiliza esse código em suas operações.

Vale destacar que as informações acima ainda são preliminares e carecem de aprovação dos órgãos competentes, podendo sofrer alterações ou até mesmo cancelamento.

Traremos novas atualizações conforme a evolução das aprovações.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Comissário de bordo agride bombeiros e alaga hotel de escala após...

0
Uma noite caótica desencadeou a prisão de um comissário da Southwest Airlines na última sexta-feira, 28 de janeiro. Trevyn Hill, de 21 anos