Agência russa de aviação comenta exclusão do país do Conselho da ICAO

Imagem: Guilhem Vellut / CC BY 2.0, via Wikimedia

“A Rússia mantém o direito de ser membro pleno da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) e continuará seu trabalho por meio da representação do país na ICAO”. Isso foi relatado a jornalistas no sábado pelo serviço de imprensa da Agência Federal Russa de Transporte Aéreo (Rosaviatsia).

Ontem, a Reuters informou que a Rússia não foi reeleita para o conselho de administração da ICAO. Segundo a matéria, o país não recebeu votos suficientes na votação para permanecer no conselho. A Rússia recebeu 80 votos, o número necessário é 86.

“Ao mesmo tempo, de acordo com as regras dos procedimentos permanentes de votação para o conselho, levando em consideração a não eleição do 11º membro do conselho, é necessária uma nova votação. No entanto, a delegação russa foi negada”, observou a Agência Federal de Transporte Aéreo, chamando essa decisão de política.

Além disso, a Agência Federal de Transporte Aéreo acrescentou que a retirada da Rússia do Conselho da ICAO não afetará os voos internacionais da Rússia para países amigos. 

“A Federação Russa irá, como antes, aderir às práticas e padrões recomendados pela ICAO em suas atividades, continuando a garantir altos padrões de segurança de voo”, observou a agência. “Esta decisão não afetará o desempenho dos voos internacionais da Rússia para países amigos, uma vez que tal interação é baseada em acordos bilaterais na área de tráfego aéreo”.

“A contribuição da Rússia para o desenvolvimento da aviação internacional é reconhecida em todo o mundo“, finalizou a Rosaviatsia.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião da Azul passa por problemas nos comandos em voo de...

0
Durante o voo e cruzeiro, os pilotos identificaram uma falha no comando da aeronave e decidiram desviar para outro aeroporto.