Início Aeroportos

Avião Airbus A380 não consegue pousar em São Paulo por causa de uma pipa

Um caso inusitado foi registrado no maior aeroporto do país, o internacional de São Paulo, em Guarulhos, no qual o maior avião de passageiros do mundo, o Airbus A380, arremeteu por causa de uma pipa.

Tudo começou quando um Airbus A320 da Latam, que tinha acabado de pousar como LA-3279, procedente de Belo Horizonte, informou à torre de controle que uma pipa (“papagaio”, em algumas regiões) havia caído sobre a pista de taxiamento que as aeronaves utilizam quando saem da pista 09 do aeroporto, após os pousos.

No caso, o próprio avião da Latam aterrissou e acessou a taxiway CC, mas acabou ficando parado por ali, enquanto pedia para que a equipe do aeroporto retirasse a pipa de seu caminho. O receio do piloto brasileiro era de que o objeto fosse sugado e pudesse danificar o motor de sua aeronave.

Logo atrás do avião da LATAM vinha o Airbus A380-800 da Emirates procedente de Dubai. Inicialmente, a torre de controle chegou a instruir ao A380 para que utilizasse a taxiway Oscar, que é a última para saída da pista 09R. No entanto, em seguida, a controladora de tráfego revisa a instrução e orienta o jato da empresa árabe a aremeter.

Perfil e trajetória da arremetida do A380 © RadarBox

Pelo que se nota no áudio da frequência da torre, a controladora explicou a outro voo da Latam, que também arremeteu, que a outra aeronave de sua empresa ainda tinha a cauda sobre a pista, bloqueando-a. Pelo ângulo das imagens, gravadas pelo canal SBGR Live do Youtube, não é possível identificar esse bloqueio, porém, vale lembrar que a área de segurança de uma pista não se limita lateralmente apenas à sua faixa pavimentada, mas vai além.

Independente de qualquer coisa, naturalmente, toda a situação começou depois que a pipa caiu no caminho do primeiro jato da Latam.

Enquanto a pipa estava sendo retirada, outro avião da LATAM se aproximava para pouso na 09R (pista da direita), mas a torre o instruiu a utilizar a pista 09 esquerda (que é paralela). O A380 da Emirates deu a volta e conseguiu pousar sem problemas na segunda tentativa, 15 minutos após a arremetida. O vídeo e o áudio do momento são apresentados abaixo.

Mesmo que pareçam inofensivas, as pipas podem também causar danos às aeronaves, como bem frisou o piloto da Latam e como demonstrou sua atitude de não prosseguir com o táxi enquanto o objeto não fosse retirado.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile