Airbus prevê novos atrasos na entrega de aviões por problemas na cadeia de suprimentos

Na Europa, a maior fabricante de aeronaves do continente, a Airbus, está abrindo caminho para mais atrasos nas datas de entrega de alguns modelos de jatos de médio curso em 2023, enquanto se apressa para cumprir as metas de entrega de 2022 em meio a problemas trabalhistas e da cadeia de suprimentos, disseram três fontes do setor à agência Reuters.

Os fabricantes de aeronaves e motores de uma maneira geral estão enfrentando problemas de cadeia de suprimentos e mão de obra, mas oficinas de reparo também são necessárias em todo o mundo para ajudar as companhias aéreas a atender a uma recuperação de demanda mais acentuada do que o esperado, mantendo suas aeronaves em serviço.

O gargalo da capacidade de reparo deixou dezenas de aviões no solo porque seus motores demoram a sair da revisão e isso, por sua vez, criou uma competição por motores entre novas linhas de montagem de aviões e peças sobressalentes para a frota existente.

A Airbus produz aeronaves da família A320neo com opções de motores da CFM ou Pratt & Whitney. A Boeing usa apenas CFM para sua família 737. Atualmente, cerca de 129 aeronaves Airbus equipadas com motores Pratt & Whitney e 55 equipadas com motores LEAP da CFM aguardam reparos, de acordo com um levantamento da Cirium.

Os fabricantes de aviões também têm lutado para conseguir outras peças a tempo, incluindo cozinhas e banheiros. Tudo isso tem colaborado para que se gerem incertezas quanto aos prazos de entregas de aeronaves e podem comprometer os planos atuais da fabricante europeia.

Em julho, a Airbus indicou que atingiria uma meta de produção provisória de 65 aeronaves de fuselagem estreita da família A320 por mês até o início de 2024. A meta é 75 por mês até 2025.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Por causa de amendoim, família foi desembarcada de voo da Azul...

0
Uma confusão envolvendo amendoim, alergia e pane na aeronave levou ao cancelamento de um voo da Azul para o interior de Minas.