Assim como Brasil, mais um país entra na lista do avião Jumbo lançador de satélites

Imagem: Virgin Orbit

A Virgin Orbit, única empresa no mundo a fazer lançamentos de satélites através de foguetes liberados de um avião Boeing 747, anunciou que assinou um Memorando de Entendimento (MOU, na sigla em inglês) que adiciona um terceiro país à lista das possíveis bases de operação, após já ter escolhido Brasil e outros dois países, além de sua base inicial nos Estados Unidos.

O Memorando foi firmado com a Wagner Corporation, proprietária do Aeroporto Toowoomba Wellcamp e uma das empresas privadas mais bem-sucedidas do parque empresarial em Queensland, na Austrália.

O acordo permitirá que as empresas iniciem o processo de implementação de uma capacidade nacional de lançamento no país da Oceania, com o objetivo de fornecer serviços de lançamento de satélite a partir do Aeroporto Toowoomba Wellcamp, usando o sistema LauncherOne (Boeing 747-400 + Foguete) da Virgin Orbit.

Imagem: Virgin Orbit

Ao perseguir sua missão conjunta de revolucionar a indústria espacial na Austrália, a Virgin Orbit e a Wagner Corporation estão explorando o potencial de certificar o Aeroporto Toowoomba Wellcamp como um porto espacial nacional para realizar uma demonstração de lançamento orbital já em 2024.

Ambas as empresas pretendem desenvolver um roteiro de como o equipamento móvel de suporte terrestre do LauncherOne e outras infraestruturas podem ser construídos e montados no Aeroporto Toowoomba Wellcamp para fornecer à Austrália uma capacidade de lançamento nacional resiliente e comprovada.

O roteiro procurará estabelecer as etapas necessárias para permitir que os primeiros voos do LauncherOne ocorram da Austrália em 16 a 18 meses.

“O espaço australiano está aberto para negócios”, disse James Brown, CEO da Space Industry Association of Australia (SIAA). “Estamos empolgados em ver uma empresa líder global de lançamentos trabalhando com a indústria australiana para desenvolver uma solução ágil e responsiva para clientes espaciais.”

Brasil nos planos

A empresa espacial americana anunciou, em junho deste ano, que abrirá no Brasil a VOBRA, sigla para Virgin Orbit Brasil Ltda. Esta nova divisão será totalmente controlada pela Virgin, do multimilionário Richard Branson, que já abriu várias companhias aéreas, agências de viagens e operadoras de celular.

A VOBRA já teve sua licença de operação emitida pela Agência Espacial Brasileira (AEB) para operar o LauncherOne no Brasil a partir do Centro de Lançamento de Alcântara.

Além dos planos para o Brasil, a empresa já confirmou o primeiro lançamento a partir do Reino Unido e um acordo para possíveis lançamentos na Coreia do Sul.

Informações da Virgin Orbit

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Sindicato dos Aeronautas continua as tratativas com a Latam sobre Acordo...

0
O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) informou que se reuniu novamente, na quarta-feira (23), com a Latam Airlines Brasil