Início Mercado

Aviação da África negativamente impactada pela guerra na Ucrânia

Foto de Ekky Wicaksono no Pexels

O conflito Rússia-Ucrânia está exercendo um impacto negativo no setor de aviação da África, disseram especialistas na segunda-feira (9), como relata a agência estatal chinesa Xinhua. Abderahmane Berthe, secretário-geral da African Airlines Association, disse em um fórum de aviação que o conflito resultou em um alto custo de combustível para aeronaves.

“Esperamos que essa crise não continue porque isso continuará impactando nossas empresas e se as companhias aéreas tiverem altos custos operacionais, isso significa que as passagens aéreas aumentarão e afetarão o tráfego de passageiros”, disse Berthe na 10ª Convenção das Partes da Aviação.

Ele acrescentou que o setor de viagens da África e as operações de carga de muitas companhias aéreas africanas também enfrentam desafios. De acordo com Berthe, a indústria da aviação viu os preços de muitos produtos importados subirem em meio à crise na Ucrânia.

“Prevemos uma falta de moeda estrangeira em muitos países africanos que dificultará às companhias aéreas a repatriação de suas receitas de volta para seus países de origem”, disse o secretário-geral.

O CEO da Kenya Airways, Allan Kilavuka, destacou que o conflito aumentou o custo de vida em muitos países africanos.

“É muito difícil estimular o setor de viagens aéreas quando os consumidores têm baixa propensão a gastar. Por isso, estamos preocupados que a crise atrapalhe a recuperação do setor de aviação”, disse Kilavuka.

A conferência de três dias reuniu mais de 500 delegados de 47 países africanos para discussões sobre o desenvolvimento do ecossistema de viagens, mas o assunto que mais preponderou foi mesmo a crise.