Avião chama atenção ao rodar por 5 horas no mesmo ponto e voltar à origem

Imagem: RadarBox

Uma trajetória captada pelas plataformas de rastreamento online de voos chamou a atenção neste domingo, 6 de março, ao mostrar que um avião ficou por mais de 5 horas em círculos em um mesmo ponto antes de retornar ao aeroporto do qual tinha decolado.

Segundo as informações da plataforma RadarBox, a aeronave envolvida foi o bimotor Vulcanair P-68R registrado sob a matrícula G-POLV, que partiu por volta das 18h00 (horário local) do aeroporto de Doncaster, na Inglaterra, voou por 15 minutos até as proximidades do aeroporto de Leeds e então iniciou ali a sequência de intermináveis círculos, por 5 horas sem interrupção.

Imagem: RadarBox

Depois de todo esse tempo, o avião foi levado de volta a Doncaster, onde pousou às 23h45. Essa aeronave pertence ao Serviço Aéreo da Polícia Nacional (NPAS) do Reino Unido.

Vulcanair P-86R – Imagem: NPAS – National Police Air Service

Segundo reportes das mídias inglesas baseados em relatos de testemunhas no local, “a polícia armada e o esquadrão de desativação de bombas estiveram no St. Helenas Caravan Park, ao lado do aeroporto de Leeds, por cerca de 8 horas.”

Além da aeronave, um helicóptero da polícia também foi visto por horas sobrevoando a mesma região do parque residencial em Leeds. Além disso, vários caminhões de bombeiros se deslocaram até lá.

Apesar de todo o movimento, até a manhã desta segunda-feria, um porta-voz da polícia de West Yorkshire se limitou a confirmar que os serviços de emergência ainda estão no local devido a uma “operação de armas de fogo em andamento”.

Segundo o Leeds Live, o comunicado descreve o seguinte: “Uma operação de armas de fogo está em andamento no St Helena’s Caravan Park, em Bramhope, Leeds. Os serviços de emergência estão no local trabalhando para levar o incidente a uma conclusão segura”.

Falando ao repórter do Leeds Live, Samuel Port, que está no local, uma moradora de 63 anos, que vive no parque há 12 anos, disse que havia muitos veículos de emergência, e que os oficiais “foram agradáveis, educados, amigáveis, prestativos, muito, muito reconfortantes.”

Ela acrescentou que “alguém explicou imediatamente que não poderíamos entrar no parque porque houve um incidente e seríamos autorizados a entrar assim que fosse possível fazê-lo”, e que foi uma surpresa o incidente no St Helena’s Caravan Park, que é um “lugar lindo para se viver”.

Até a publicação desta matéria, não havia nenhum detalhamento sobre a natureza da ocorrência. Traremos atualizações caso se façam conhecidas.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Pilotos que estavam dormindo enquanto avião sobrevoava a pista de pouso...

0
Os dois pilotos que acabaram dormindo e não colocaram o avião para o pouso tomou o noticiário internacional, e eles foram suspensos.