Avião da Gol é desviado após pilotos receberem um alarme falso de fogo a bordo

Um avião da Gol Linhas Aéreas foi desviado para Salvador devido a uma indicação de fogo no porão dianteiro. Mais tarde, verificou-se que tudo não passou de um alarme falso. O incidente foi registrado recentemente no Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), da Força Aérea.

Segundo informações da ocorrência, o incidente ocorreu no dia 18 de dezembro durante o voo G3-1512, que partiu de Guarulhos com destino ao aeroporto Presidente Castro Pinto, em João Pessoa (Paraíba). A bordo, a aeronave estava lotada, com 185 passageiros e seis tripulantes, totalizando 191 pessoas.

Imagem: RadarBox

Já durante o voo de cruzeiro, os computadores da aeronave, um Boeing 737-800 de marca PR-GTC, passaram a acusar um possível incêndio no porão dianteiro. Diante disso, os pilotos entenderam que a melhor alternativa era desviar o voo até Salvador, o aeroporto mais próximo.

O pouso ocorreu normalmente, com os bombeiros do aeroporto de prontidão. No entanto, uma análise minutos após o pouso identificou tudo se resumira a um alarme falso.

Ainda assim, a aeronave acabou sendo retirada de operação por um dia para inspeções, antes de ser recolocada na malha da Gol.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Após voo ser desviado, empresa manda conta de R$ 300 mil...

0
Uma companhia aérea britânica acabou de multar e proibir o voo de dois irmãos adolescentes após eles forçarem um voo a ser desviado.