Início Novidades

Avião da Latam aborta decolagem em Congonhas com jatinho passando sobre ele

Foto: Golf Oscar Romeo

Na semana passada, uma situação ganhou repercussão, na qual uma aeronave Boeing 737 da Gol arremeteu segundos antes de tocar na pista do aeroporto de Congonhas, ao se deparar com uma aeronave Airbus A319 da Latam em processo de decolagem.

O caso terminou com os dois aviões no ar ao mesmo tempo, tendo o Gol curvando à direita e o Latam seguindo em frente. Por regra de segurança, em Congonhas, as duas aeronaves não poderiam ocupar a mesma pista ao mesmo tempo e o fato de um avião arremeter, enquanto outro decola, pode resultar num conflito de tráfego. Dias depois, o caso passou a ser considerado um incidente na base do Cenipa.

Pouco mais de uma semana depois, nesta quarta-feira, 27 de julho, uma situação similar foi registrada no mesmo aeroporto, mas teve desfecho diferente por conta da atuação tempestiva do controlador de tráfego, alinhada com procedimentos de segurança.

O que houve na quarta

Como mostram os dados de plataformas de rastreamento de voos e da câmera do canal Golf Oscar Romeo no YouTube, o caso da quarta-feira envolveu um Airbus A320 da Latam, que faria o voo LA-3152 para Porto alegre, e um jato executivo Cessna 280 Citation Sovereign, registrado em nome da Multiplan Empreendimentos.

Próximo das 14h05, hora local, o Airbus A320 de matrícula PR-MYJ recebeu autorização da Torre de Controle de Congonhas para alinhar na pista 17R após a passagem de uma aeronave menor, que já estava na curta final para pouso. A instrução foi confirmada e acatada pelos pilotos do voo comercial e, neste mesmo momento, se aproximava para pouso o jato executivo de matrícula PP-MTE.

Com a aeronave da Latam alinhada na pista, o controlador autoriza a decolagem, mas os pilotos não iniciam imediatamente a rolagem, fazendo com que o jato executivo se aproximasse demais, numa situação que poderia resultar num conflito de tráfego.

Por consequência, assim que o jato da Latam inicia a corrida de decolagem, o controlador imediatamente ordena que aborte o procedimento. Ato contínuo, também manda o jato menor arremeter, eliminando qualquer possibilidade de conflito. Conforme a fonia, o controlador ainda informa ao piloto do pequeno jato que o motivo da arremetida foi “a demora na decolagem de outra aeronave”.

Em resumo, diferente da semana passada, nesta ocasião o controlador assegurou a separação das aeronaves em solo e no ar. Toda a dinâmica pode ser acompanhada no vídeo abaixo, registrado pelo canal Golf Oscar Romeo no Youtube.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.