Avião de bolinhas: flypop garante três jatos Airbus A330-300 para iniciar voos

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A flypop é uma empresa aérea com um apelo interessante e focada num nicho específico de mercado: o de indianos (ou britânicos) querendo viajar para a Índia pagando pouco. É uma estratégia que os próximos meses vão dizer se foi acertada, enquanto isso, a empresa trabalha para certificar-se junto à Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido (CAA).

Uma dessas etapas pré-operacionais começa a ser concluída nessa semana, com o anúncio de um acordo com a locadora Avolon para o arrendamento de três Airbus A330-300.

“Como uma aeronave de fuselagem larga e de corredor duplo que pode transportar mais de 400 passageiros, a aeronave A330-300 vai entregar tudo o que queremos oferecer aos nossos passageiros, especialmente os preços de assento mais baixos para a Índia. Com este contrato de arrendamento, conseguimos enviar nosso pedido de certificação à Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido e esperar que nossos primeiros voos comecem em outubro”, disse o presidente-executivo, Nino Singh Judge, em nota à imprensa.

O locador esclareceu que o negócio diz respeito a uma aeronave com entrega prevista para setembro de 2021, antes do lançamento do flyPOP, e outras duas em 2022. No comunicado à imprensa, as empresas disseram que a flyPOP adicionaria um Airbus a cada seis meses.

Até recentemente, a flyPOP havia considerado seu lançamento durante a temporada de verão de 2021 (no hemisfério norte) como uma transportadora virtual, operando sob o COA de outra companhia aérea, mas os planos foram arquivados, aparentemente.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias