Avião é filmado sendo virado de cabeça para baixo por forte vento

A aeronave sendo virada, em cena do vídeo que você assiste nesta matéria

Um vídeo tem ganhado bastante destaque nesta semana ao mostrar o momento em que um forte vento virou um avião de cabeça para baixo, danificando-o severamente devido ao impacto contra o solo.

Segundo informações do Aviation Safety Network, a ocorrência foi registrada no último domingo, dia 26 de setembro, no Aeroporto Internacional Riviera del Corallo, em Alghero, na Itália.

Conforme as cenas do vídeo acima, a aeronave foi levantada pelo vento e arrastada por alguns metros, até ser por fim completamente virada de cabeça para baixo por uma rajada mais forte. Com o giro, a região da junção da cauda com a fuselagem foi partida devido ao impacto com o solo.

Conforme se nota nas imagens, trata-se do avião registrado sob a matrícula alemã D-EEFY, um Cessna F172P Skyhawk pertencente ao Hanseatischer Fliegerclub Frankfurt eV, um aeroclube de Frankfurt, na Alemanha.

Segundo o jornal italiano Corriere della Sera, que publicou a gravação, as fortes rajadas de vento ocorreram devido a uma tempestade que cruzou o noroeste da Sardenha. Os principais danos foram registrados em Sassari, onde algumas árvores caíram e danificaram carros estacionados, e no aeroporto de Alghero.

Bombeiros e Defesa Civil, auxiliados pela polícia local, tiveram que realizar inúmeras intervenções, no entanto, o jornal comenta que, levando-se em conta a força das rajadas de vento, a contagem de danos foi muito limitada, devido ao fato de que o fenômeno durou apenas alguns minutos.

Segundo informações meteorológicas (METAR) publicadas pelo aeroporto, nos horários próximos ao do incidente a velocidade do vento chegou a 32 nós (59 km/h) e as rajadas chegaram a 46 nós (85 km/h).

A aeronave estava apenas estacionada no pátio do aeroporto e, felizmente, não havia ninguém abordo naquele momento.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias