Avião Embraer 175 ganha buraco na fuselagem ao atingir luz na aproximação para pouso

Embraer E175, semelhante ao envolvido no acidente

Um Embraer E175 da companhia regional norte-americana Republic Airlines, operando em nome da American Airlines, foi encontrado com um buraco na fuselagem logo após encerrar um voo na última segunda-feira, 28 de fevereiro.

O jato registrado sob a matrícula N402YX estava finalizando o voo AA-4541 quando, ao pousar pela pista 19 do Aeroporto Ronald Reagan, em Washington (DC), às 18:47 locais (23:47Z), um barulho alto ocorreu nos momentos finais antes do toque com o solo.

O Embraer 175 nos instantes finais para o pouso – Imagem: RadarBox

Os pilotos prosseguiram sem maiores incidentes e taxiaram o E175 até o pátio mantendo a comunicação de rotina, porém, uma inspeção pós-voo revelou um buraco na parte inferior da fuselagem.

Segundo reporta o The Aviaton Herald, às 20:05 locais (01:05Z 1º de março), a equipe de operações do aeroporto realizou uma inspeção da pista e a desocupou em cerca de um minuto. Pouco depois, às 20:19 locais (01:19Z), a pista 01/19 foi novamente fechada.

Até aquele momento, 92 minutos após o pouso do N402YX, a pista 19 era usada para pousos e decolagens e nenhuma observação havia sido relatada por nenhuma das aeronaves decolando ou pousando, nem pela equipe de inspeção da pista. Às 20:31 locais (01:31Z), a equipe de operações solicitou novamente a entrada para continuar a inspeção da pista 01/19.

Após a situação, conforme cadastro de evento do tipo “Acidente” no sistema da Administração Federal de Aviação (FAA), a ocorrência foi descrita como “A aeronave atingiu uma luz de aproximação ao pousar, que voltou e atingiu a barriga da aeronave, Washington, DC”.

A descrição parece indicar que a luz foi atingida com uma das rodas da aeronave, já que o dano à fuselagem foi descrito como causado pelo retorno da luz, porém, não há maiores detalhes além da frase acima.

O boletim de informações meteorológicas (METAR) dos horários próximos ao do acidente indicam vento leve e boas condições de visibilidade:

KDCA 282352Z 10006KT 10SM FEW080 SCT250 06/M07 A3026 RMK AO2 SLP245 T00561072 10106 20056 53004=

KDCA 282252Z 10009KT 10SM FEW075 SCT250 07/M06 A3025 RMK AO2 SLP244 T00671056=

Ainda segundo o sistema da FAA, havia 75 pessoas a bordo, sendo 71 passageiros, e o nível de danos foi definido como “Substancial”. A aeronave permanecia em solo até a publicação desta matéria, mais de 36 horas após o pouso.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Pilotos que estavam dormindo enquanto avião sobrevoava a pista de pouso...

0
Os dois pilotos que acabaram dormindo e não colocaram o avião para o pouso tomou o noticiário internacional, e eles foram suspensos.