Avião que já foi da Itapemirim e da Tam começa agora a voar pela Azul

Um avião de grande histórico no país acaba de ganhar nova pintura e um “novo” operador, escrevendo mais um capítulo na sua jornada.

De matrícula PP-ITY, este Cessna C208 Caravan é o mais “rodado” do país em número de empresas aéreas por onde já passou e a sua história se mistura com a evolução da aviação regional brasileira nas últimas duas décadas e meia.

Após ser entregue, em 1996, para a Itapemirim Linhas Aéreas, a primeira incursão do grupo de Cachoeiro de Itapemirim no setor aéreo, o avião foi colocado a fazer voos regionais no sudeste e depois integrado à malha de cargas da Itapemirim Cargo.

Pouco tempo depois, em 1998, a TAM comprou esta divisão regional da Itapemirim. O Cessna continuou na empresa do tapete vermelho até 2008, quando foi comprado pela Flex Táxi Aéreo, que em 2013 se juntou à Two para se tornar a TwoFlex.

Por fim, esta foi comprada pela Azul em 2020 para se tornar a Azul Conecta, só que três anos antes a TwoFlex alugou o avião para o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, que o operou até que, no ano passado, um novo Caravan, do modelo C208EX, fosse integrado ao grupamento.

Com o fim do contrato dos Bombeiros, o avião retornou para Azul Conecta no ano passado, mas ficou um tempo passando por uma intensa revisão e atualização nas instalações da empresa em Jundiaí. Agora, finalmente a aeronave recebeu uma nova pintura, já no padrão da Azul, e voltou a voar como mostra a publicação feita por um funcionário da empresa.

E assim o PP-ITY vai construindo um novo capítulo na sua história, sendo o Cessna Caravan mais conhecido do meio, com uma bagagem de dar inveja.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Investimento em obras de ampliação deve dobrar capacidade do aeroporto de...

0
Concedido à iniciativa privada na sexta rodada de concessões aeroportuárias, em abril de 2021, o aeroporto de Boa Vista (RR)