Avião tem os 16 pneus principais estourados no pouso e fecha aeroporto por 23 horas

Um estranho incidente foi registrado no início desta semana, quando um avião teve todos os seus pneus dos trens de pouso principais estourados no momento de seu pouso.

Segundo relata o The Aviation Herald, a aeronave envolvida foi o diferente cargueiro Ilyushin IL-76TD, um projeto da época da União Soviética, mas que segue em produção até hoje na Rússia.

O jato registrado sob a matrícula 4K-AZ40, operado pela companhia aérea Silk Way, baseada no Azerbaijão, estava realizando o voo ZP-4723 que partiu do aeroporto da Cidade do Kuwait para o Al Maktoum de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, na última segunda-feira, 22 de novembro.

IL-76 da Silk Way, semelhante ao envolvido – Imagem: Maarten Visser / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

O IL-76 cumpriu seu trajeto sem intercorrências, porém, quando pousou na pista 12 do Al Maktoum, parou com todos os 16 pneus de seus trens de pouso principais estourados.

Registros das plataformas online de rastreamento mostram que a posição final do jato foi cerca de 1.200 metros em relação à cabeceira da pista 12:

A posição final do avião na pista – Imagem: FlightRadar24

Com a aeronave parada e sem ter como ser rebocada da única pista do aeroporto, o local precisou ficar fechado por cerca de 23 horas. Um dos NOTAMs emitidos durante o período informava sobre a “PISTA 12/30 NÃO DISPONÍVEL DEVIDO A AERONAVE DESATIVADA”:

A2947/21 NOTAMN
Q) OMAE/QMRXX/IV/NBO/A/000/999/2455N05510E005
A) OMDW B) 2111220405 C) 2111221100
E) RWY 12/30 NOT AVBL DUE TO DISABLED ACFT.

O pouso do incidente ocorreu às 06h11 da manhã (horário local) do dia 22, e o IL-76 permaneceu por mais de 3 dias e meio em solo, voltando a voar regularmente em sua programação a partir das 23h39 desta última quinta-feira, 25 de novembro.

Até o momento, não há informações oficiais sobre o que se suspeita que tenha ocorrido para o estranho estouro dos 16 pneus.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias