Início Variedades

Aviões continuam a decolar do Brasil carregados de papel-moeda argentino

aeroprints.com, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia

Desde que fez o primeiro embarque do ano no mês de fevereiro, a Casa da Moeda do Brasil já realizou uma série de envios de papel-moeda à Argentina, cumprindo contratos de fornecimento do “dinheiro” ao Governo do país vizinho, num momento em que sua inflação chega à casa dos 60% ao ano, o maior número anual das últimas três décadas.

Como mostram documentos vistos pelo AEROIN, para cumprir tal missão, a estatal brasileira utiliza-se da capacidade de carga de 25 toneladas de aeronaves Boeing 727 arrendadas para o serviço [este trecho foi editado a pedido da Casa da Moeda para remover o nome da empresa aérea que realiza os voos].

Por motivos de segurança, detalhes como datas e horários dos embarques não foram divulgados. O AEROIN confirmou que, desde fevereiro até agora, já houve cerca de uma dezena de voos ligando o Rio de Janeiro à capital argentina com tal finalidade.

Embora não haja informação disponível na mídia argentina ou brasileira, presume-se que a Argentina não esteja dando conta de emitir seus próprios “pesos”, sendo, portanto socorrida pelo Brasil nessa tarefa. Uma consulta aos sites do governo brasileiro revela que há contratos firmados entre os países para a emissão de papel-moeda.

ATUALIZAÇÃO: Foi acatado o pedido da Casa da Moeda, que solicitou a remoção do nome da empresa aérea que faz os voos.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.