Aviões MD-11 voltam a ser figura rara no Brasil

Avião McDonnell Douglas MD-11F FedEx
McDonnell Douglas MD-11F – Imagem: Alan Radecki Akradecki / CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Ver um avião do modelo MD-11, o clássico trijato desenvolvido pela McDonnell Douglas no final dos anos 1980, voltou a ser um fato incomum no Brasil desde este começo de 2022.

Depois de vermos a companhia norte-americana FedEx voltar a escalar seus MD-11F regularmente nos serviços ao nosso país por todo o mês de dezembro, a virada de ano trouxe a reversão da mudança, para a tristeza daqueles que admiram o cada vez mais raro modelo de avião, hoje utilizado por apenas um pequeno punhado de empresas aéreas.

A última operação do trimotor cargueiro na rota entre o aeroporto de Memphis, nos Estados Unidos, e o de Viracopos, em Campinas (SP), aconteceu nesta terça-feira, 04 de janeiro, quando o jato de matrícula N529FE pousou à 01h17 da madrugada e partiu pouco depois, às 03h03:

O MD-11F deixando o Brasil pela última vez neste terça-feira – Imagem: RadarBox

Desta terça-feira, 04 de janeiro, em diante, a FedEx solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) apenas operações com seus Boeings 767-300F, que vinham sendo utilizados antes da volta do MD-11F.

Os voos da companhia a Campinas ocorrem diariamente, com exceção dos domingos, e agora, aos que gostam do modelo, só resta a torcida para que o jato volte ao menos em voos pontuais, como aconteceram ao longo de 2021.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias