Início Empresas Aéreas

Azul se prepara para dar adeus ao seu último jato brasileiro Embraer E190

EXCLUSIVO – Fontes na companhia informaram ao AEROIN que o último exemplar de Embraer E190 da frota da Azul Linhas Aéreas está prestes a partir do Brasil.

Em breve, o modelo de aeronave que deu o pontapé inicial da Azul Linhas Aéreas será apenas parte de sua história. Isto porque o último Embraer E190 da frota da empresa brasileira que ainda está no Brasil, de marca PR-AZA (msn 19000150), já está em preparativos para deixar o país.

Fontes na companhia aérea confirmaram ao AEROIN que o avião, atualmente estacionado no aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, deve realizar voos de testes durante o mês de fevereiro. Depois, ele será trasladado para Confins e, de lá, voará para Portugal, onde ficará aos cuidados da OGMA, uma empresa de manutenção aeronáutica do grupo Embraer.

Apesar de se desfazer dos E190, a Azul Linhas Aéreas ainda segue em posse de uma grande frota de aeronaves Embraer, com cerca de 50 jatos E195 das gerações E1 e E2. Esse número deve dobrar nos próximos anos, considerada a encomenda que a empresa aérea possui junto à fabricante brasileira.

Ao longo de sua história, a Azul operou um total de 22 aeronaves do E190, muitos dos quais oriundos da JetBlue, empresa aérea que, assim como a brasileira, foi fundada por David Neeleman. Foi o avião que deu vida à empresa em seus primórdios, mas, com o tempo, foi perdendo espaço na frota e, por consequência, sendo gradativamente substituído pelos Embraer E195.

Em dezembro, a empresa devolveu o PR-AZL, primeira aeronave a chegar à companhia após sua fundação em 2008. Há quase dois anos a empresa não faz mais voos regulares com o E190.

Sair da versão mobile