Azul tem destaque e conquista o primeiro lugar em ranking de práticas ESG

O ranking setorial da Merco (Monitor Empresarial de Reputação Corporativa), que desde 2014 realiza levantamentos sobre a reputação e empresas, colocou a Azul no topo da lista entre as empresas aéreas. A metodologia da pesquisa engloba a avaliação de executivos do mercado e passa por uma calibração final da consultoria.

No ranking geral de Responsabilidade ESG 2021, a companhia ficou na 38ª colocação e figura entre as 100 empresas mais responsáveis, que inclui temas como Meio Ambiente (letra “E” de ESG), público interno, clientes e sociedade (letra “S”), e em nível ético e de governança (letra “G”).

“Esta oitava edição deu um salto nos indicadores para uma medição mais abrangente da sustentabilidade empresarial, resultando em um novo Merco Responsabilidade ESG, pelas siglas Environmental (E), Social (S) e Governance (G). Esta mudança metodológica na estrutura de recompilação e análise inclui cinco avaliações com 14 diferentes fontes de informação, num total de 2.311 entrevistas”, informou a Merco em comunicado.

Em junho, a Azul foi premiada com outros dois prêmios de excelência, no âmbito nacional e internacional. “Este é o terceiro reconhecimento que a Azul recebe em apenas um mês.

O primeiro deles ocorreu no início do mês, onde a empresa foi eleita a melhor companhia aérea da América do Sul pelo 2022 Apex Regional Passenger Choice Awards, em Dubai, nos Emirados Árabes. No Brasil, fomos reconhecidos pela sétima vez como a melhor companhia aérea do país no Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente. Ficamos muito gratos e felizes por estes reconhecimentos, principalmente quando são feitos por quem a todo tempo aperfeiçoa nossos serviços, que são nosso Clientes”, ressaltou o vice-presidente de pessoas e clientes da Azul, Jason Ward.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Boeing 737-800 Ryanair

Aérea deve pagar indenização após chá quente cair em menina de...

0
Uma xícara de chá, derramada sobre uma criança de oito anos a bordo de uma aeronave que ia de Veneza para Londres, levou a Ryanair