Boeing 737 bombeiro acaba de ser adquirido pela Argentina para combater queimadas

O Boeing 737 Fireliner, versão adaptada para combate a incêndio do popular jato, irá começar suas operações na América do Sul em breve.

Divulgação – Coulson

Um acordo foi fechado entre a Coulson Aviation e o governo da província de Santiago del Estero, no norte do país. O acordo prevê a compra de um 737-300, que será convertido pela Coulson para o padrão Fireliner, o qual instala um tanque de água na parte inferior da aeronave, permitindo utilizá-la no combate de queimadas e incêndios florestais.

O acordo foi fechado por $15 milhões de dólares, segundo reporta o site parceiro Aviacionline. A aeronave pertencerá ao governo local, mas será operada pela Coulson, que também ficará encarregada de sua manutenção.

O prazo de entrega é de 12 meses contados da assinatura do acordo, dado o tempo do processo de conversão. Não foi divulgado qual a origem exata do avião que será convertido, mas, no passado, a Coulson utilizou-se de 737-300 que eram da Southwest Airlines.

Este jato ficará baseado no Aeroporto Internacional de Las Termas de Río Hondo, próximo da Cordilheira dos Andes. O jato pode levar até 15 mil litros de água ou retardante de incêndio, mas também tem assentos dentro para levar até 72 passageiros.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Jatinho de Elon Musk foi filmado em decolagem de alta performance...

0
A rápida visita do bilionário Elon Musk, o empresário por trás da Tesla e SpaceX, foi acompanhada até na decolagem, de alta performance.