Início Acidentes e Incidentes

Boeing 737 ‘breguinha’ é achado a 120 metros no fundo do mar, na costa do Havaí

O ‘Breguinha’ que pousou no mar na costa do Havaí foi finalmente encontrado por um submarino. As imagens mostram que o Boeing 737-200 ficou em pedaços.

Imagem: FAA

As imagens foram divulgadas pela FAA, a administração federal de aviação dos EUA, que afirmou que os destroços estão no fundo do mar a uma profundidade de 120 metros. Por causa disso, mergulhadores não conseguiram chegar muito perto da aeronave e um pequeno submarino controlado remotamente foi utilizado para tirar as fotos.

Nas imagens, é possível ver que a fuselagem se dividiu em duas partes e um motor saiu da sua posição na asa, ficando mais isolado do resto dos destroços.

O acidente aconteceu na sexta-feira da semana passada (2), com um 737-200 da empresa Transair, especializada em carga aérea entre as ilhas havaianas. O jato havia decolou de Oahu e, logo depois, perdeu a potência de um de seus motores. Minutos depois, o segundo motor falhou, forçando os pilotos a comandarem um pouso na água.

Os dois pilotos foram resgatados com vida e já liberados do hospital. A FAA pretende agora resgatar, com uso de máquinas, o 737 por completo, não apenas as caixas pretas. Investigações inicias não apontaram nenhuma irregularidade na empresa ou na manutenção do avião.

O Boeing 737-200 foi apelidado carinhosamente de “Breguinha” no Brasil, em uma referência à telenovela “Brega e Chique”, que foi ao ar na época que o seu sucessor, o 737-300, chegava ao Brasil. O apelido “Chique” para a versão mais nova do 737 acabou não pegando, mas o “Brega” perdura até hoje dentre os amantes e profissionais da aviação.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile