Boeing coloca uma nova data-alvo para retomar as entregas do 787

Boeing 787 – Imagem: José A. Montes, CC BY 2.0, via Wikimedia Commons

Não é surpresa para ninguém que a Boeing tenha tido alguns anos ruins ultimamente. À crise do 737 MAX e aos problemas do KC-46, no ano passado, se somaram as descobertas de uma série de defeitos de processo e de peças que paralisaram as entregas de seu widebody 787 Dreamliner.

Tais problemas implicaram em um grande risco operacional e perdas financeiras. No entanto, a fabricante diz que tem esses inconvenientes encaminhados e as chances de deixar as dificuldades para trás estão mais próximas. De acordo com o Aviacionline, a Boeing disse a companhias aéreas e fornecedores que as entregas do 787 poderiam recomeçar no segundo semestre deste ano.

Não é a primeira data que a fabricante estabelece para o reinício das entregas: há algum tempo a americana havia indicado que abril era o mês, e então essa data passou para maio. Até pouco tempo atrás, ela preferia deixar de prever o retorno, justamente porque a FAA (regulador americano da aviação) dizia que o modelo seria liberado apenas quando ela estivesse satisfeita com os resultados das inspeções.

A FAA revogou a licença de autocertificação da Boeing em fevereiro deste ano devido a problemas com o modelo e a inevitável perda de confiança no processo de certificação, que tinha diversas etapas delegadas ao fabricante.

Trazer de volta as entregas do Boeing 787 aliviaria clientes e fornecedores após dois anos terríveis para o setor. A recuperação do mercado aéreo de longa distância – segmento em que os Dreamliners brilham – é uma das mais lentas, devido às restrições de viagens intercontinentais por conta da pandemia.

Agora, com a vacinação generalizada – exceto na África – e a flexibilização de restrições e testes, espera-se que o tráfego interoceânico tenha crescimento em relação a 2020 e 2021. Um momento ideal para que o 787, fabuloso como avião, encontre um pouco de paz.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Avião Airbus A330 carregado de roupas fica danificado após colisão com...

0
Um avião do modelo Airbus A330-300 pertencente à Turkish Airlines sofreu danos na nacele do motor direito, enquanto estava estacionado