Boeing considera ter versão cargueira do 787 para substituir o 767

Para manter o domínio do mercado aéreo de cargas, a Boeing considera pegar seu projeto mais revolucionário e transformar ele em cargueiro.

787 cargueiro em arte feita pela LATAM

Os rumores sobre um avião 787 Dreamliner cargueiro não são novos, já que, em porte, o jato é o mais próximo que a Boeing tem do 767, seu cargueiro de maior sucesso e que domina o mercado.

No entanto, o 787 ficou conhecido pela revolução que trouxe, o que, ao mesmo tempo, pode atrapalhar o projeto, já que toda sua fuselagem é feita de uma peça inteiriça de fibra de carbono entrelaçada, que não permitiria (a princípio) cortes para porta de cargas.

Agora, a Boeing sinaliza que está tentando resolver essa questão, considerando que uma versão cargueira do Dreamliner por até ser possível, desde que ele fosse desenhado desde o início desta maneira. De qualquer forma, ainda assim seria necessário um reforço estrutural em torno da porta, que é para onde a Boeing olha nesse momento.

“É um caminho natural para nós olharmos”, afirmou Brian Hermesmeyer, líder de atendimento ao cliente cargueiro na Boeing, quando indagado sobre o assunto, segundo reportou o CargoFacts. Lembrando que as primeiras entrevistas em torno de um 777X cargueiro também começaram dessa forma e depois se materializaram.

Uma conversão para cargueiro também abriria portas para um futuro 787 militarizado, com capacidade de reabastecimento em voo, centro de controle e comando, radar aéreo e outras funções que exigem modificações externas na fuselagem. O mercado aguarda as cenas dos próximos capítulos.

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias