Calor extremo derrete a pista de aeroporto de Londres e força voos a desviarem

O aeroporto de Londres – Luton foi forçado a suspender todos os voos depois que um ‘defeito’ foi descoberto em sua única pista, o qual estava relacionado ao calor extremo por que passa o Reino Unido, segundo a mídia britânica. Como resultado das altas temperaturas, o chamado “Gabinete Meteorológico do Reino Unido” emitiu seu primeiro alerta vermelho para calor extremo.

O fechamento significou que alguns voos já no ar e com destino a Luton tiveram que desviar para aeroportos alternativos, incluindo Londres Gatwick e Stansted. Todos os outros voos foram interrompidos enquanto os engenheiros trabalhavam em uma correção.

O aeroporto de Luton está localizado a cerca de 45 km do centro de Londres e é a base da companhia aérea de baixo custo easyJet. O aeroporto é servido principalmente por companhias aéreas de baixo custo e companhias aéreas charter, incluindo Ryanair e Wizz Air.

“Após as altas temperaturas de hoje, foi identificado um defeito na superfície da pista. Os engenheiros foram chamados imediatamente ao local e os trabalhos de reparo estão em andamento para retomar as operações normais o mais rápido possível”, disse o aeroporto em comunicado. “Gostaríamos de pedir desculpas pelo transtorno causado.”

Na terça-feira, 19 de julho, os termômetros devem chegar a 38 graus.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Em pleno voo, passageiro se levanta, abaixa as calças e urina...

0
Uma proibição vitalícia de voar pela LOT Polish Airlines foi emitida a um passageiro que urinou na porta de saída de um Boeing 787 Dreamliner