Centenas de comissários da American Airlines e da Southwest confirmados com COVID-19

A mídia norte-americana tem alertado que centenas de funcionários das companhias aéreas texanas American Airlines e Southwest, duas das maiores do país, já testaram positivo até agora para COVID-19, a doença do novo Coronavírus.

Aviões Aeronaves Southwest American Airlines
Imagem: ERIC SALARD [CC]

Segundo a NBC Dallas, líderes sindicais das companhias aéreas Southwest e American Airlines estão exigindo que as empresas façam mais para proteger suas tripulações diante do crescimento no número de contaminações de funcionários.

“Os comissários de bordo estão em uma posição de alto risco enquanto prestam o serviço essencial de viagem. Nossos fatores de risco parecem estar aumentando. Isso é inaceitável”, disse Lyn Montgomery, presidente da união de comissários de bordo da Southwest Airlines, que representa mais de 17.000 comissários de bordo.

No mês passado, Montgomery disse que enviou uma lista de demandas para a Southwest Airlines, incluindo máscaras e luvas para comissários de bordo, distanciamento social a bordo e escaneamento térmico em aeroportos.

Em um vídeo divulgado nesta semana, Montgomery instou a Southwest Airlines a aumentar equipes de limpeza para higienizar mesas e apoios de braços. Ela disse que pediu ajuda à Administração Federal de Aviação e à Administração de Segurança e Saúde Ocupacional.

Avião Boeing 737 Southwest
Boeing 737 da Southwest Airlines

Dos mais de 60.000 funcionários, a Southwest afirmou que “muito menos de 1%” – ou 600 – contraiu coronavírus.

“A segurança e o bem-estar dos funcionários e clientes da Southwest são nossa prioridade intransigente, e a Southwest continua a implementar medidas para manter nossas cabines de aeronaves, áreas de aeroportos e centros de trabalho com os mais altos padrões, seguindo todas as diretrizes do CDC durante este período sem precedentes”, disse um porta-voz da Southwest Airlines em comunicado.

A American Airlines também divulgou um comunicado:

“Estamos em comunicação regular com o CDC e seguimos suas orientações para trabalhadores essenciais – que incluem viagens aéreas comerciais – que podem ter sido expostos a alguém com um caso confirmado de COVID-19. Nossa orientação para todos os membros da equipe é monitorar-se regularmente quanto a sintomas – mesmo que eles não pensem que foram expostos – e não vir ao trabalho se não estiverem se sentindo bem.

Avião Embraer E175 American Airlines
Embraer E175 da American Airlines

Outro sindicato, a Associação de Comissários de bordo profissionais (APFA), que representa 28.000 comissários de bordo, disse que foi informado que cerca de 100 comissários de bordo da American Airlines testaram positivo para COVID-19.

A presidente da APFA, Julie Hedrick, divulgou a seguinte declaração:

A APFA pressiona a empresa desde janeiro a ser proativa em sua abordagem à COVID-19 e aos perigos associados. Defendemos consistentemente que estejam disponíveis em todas as aeronaves os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os nossos comissários de bordo, o distanciamento social entre passageiros e assentos de tripulação, o escaneamento térmico nos aeroportos e a notificação imediata dos comissários de bordo que testaram positivo para o vírus. Os comissários de bordo são os socorristas da aviação que estão transportando pessoal médico e suprimentos para os pontos críticos da COVID-19, e precisam ser tratados e protegidos como tal.”

As preocupações quanto à exposição dos tripulantes de cabine já havia sido levantada duas semans atrás, quando um comissário de bordo da American, baseado na Filadélfia, morreu de coronavírus:

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Projeto chinês Prosperity I avança rumo à Europa ao agregar ex-gerente...

0
A primeira tarefa da equipe é obter a certificação da Agência Europeia de Segurança da Aviação (EASA) para o táxi voador 'Prosperity I'.