Clássico avião Antonov An-12 esticará sua estada no Brasil com voo raro para Guarulhos

ATUALIZAÇÃO: aparentemente, a programação que havia para o voo em Guarulhos foi postergada, mas a nova data ainda não foi definida.

Foto de Anna Zvereva, via Wikimedia

EXCLUSIVO – Como antecipamos em primeira mão, um clássico avião Antonov An-12 da Ukraine Air Alliance visitará o Brasil nos próximos dias trazendo uma carga para a indústria de óleo e gás do Espírito Santo. O roteiro já está definido e o destino final será o Rio de Janeiro. A novidade é que, de acordo com fontes próximas à empresa aérea, o turboélice esticará sua estada por aqui e transportará uma carga de Guarulhos à Guiana.

Desta forma, a programação da passagem da aeronave pelo Brasil verá dois momentos, conforme consta da base da ANAC.

Primeira Etapa

Com destino ao Rio de Janeiro e transportando equipamento de perfuração de peços de petróleo, a aeronave da era soviética fará paradas em Brasília e Manaus, de acordo com a seguinte agenda planejada (podem haver alterações):

DIA 8 DE JANEIRO: O voo UKL-5052 parte de Trinidad & Tobago para pousar em Manaus às 16h30 locais.

DIA 8 DE JANEIRO: No mesmo dia e com mesmo número de voo, o avião decola às 18h30 com destino a Brasília, onde pousa às 23h.

DIA 9 DE JANEIRO: De madrugada, decola de Brasília às 1h30 para pousar no Galeão às 3h30. Mais tarde no mesmo dia a aeronave deverá ser reposicionada para Guarulhos a fim de cumprir a segunda etapa.

Segunda Etapa

Essa etapa ainda não tem a programação disponível, mas ela deve entrar nos próximos dias. O objetivo da operação será levar uma carga de Guarulhos que atenderá a uma usina de caldeiraria na Guiana.

O Antonov AN-12

A aeronave Antonov AN-12, por sua vez, remonta da era soviética e está equipada com quatro motores turboélices Ivchenko AI-20M, que geram um ruído inconfundível e que pode ser reconhecido a quilômetros de distância.

Com capacidade de levar até 20 toneladas, esse modelo de aeronave é sobretudo operado por países do leste europeu e países da CEI, e tem servido como um “pau para toda obra”, voando por todo o mundo, como manda a tradição dos robustos aviões da Antonov.

Tripulação: 5 pessoas
Capacidade: 20 Toneladas de carga
Comprimento: 33,1 metros
Envergadura: 38 metros
Altura: 10,53 metros
Velocidade de Cruzeiro: 670 km/h (361 knots, 415 mph)
Altitude máxima de voo: 10.200 metros (33,500 pés)
Peso máximo de decolagem: 61.000 kg
Motores: 4 × Progress AI-20L ou AI-20M turboelices, 4,000 ehp cada

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias