CMA CGM recebe um 777F, mas faz 3 dias que ele só voa entre 3 cidades da França

O novo 777F da CMA CGM em Toulouse – Imagem: Aviation Toulouse

Uma movimentação aérea curiosa chamou a atenção nos últimos dias, após um grande avião recém-saído da fábrica, e entregue para a companhia aérea CMA CGM AIR CARGO, passar os últimos três dias voando apenas entre três aeroportos de um só país.

Como tem sido noticiado pelo AEROIN desde o início de 2021, a gigante empresa de logística CMA CGM, antes conhecida principalmente por seus serviços de transporte marítimo, decidiu expandir sua atuação para o segmento aéreo, com voos entre a Europa e a Ásia ou os Estados Unidos.

Assim, com uma frota inicial de dois jatos Airbus A330-200F usados, operados pela Air Belgium, que logo cresceu até quatro unidades, a empresa decidiu, ainda em 2021, ampliar seus planos. Fez uma encomenda de dois Boeings 777F novos de fábrica em outubro, e depois, outra encomenda de quatro Airbus A350F em novembro.

O primeiro desses aviões “zerados” foi entregue na semana passada. Na quarta-feira, dia 1º de junho, o jato de matrícula F-HMRB foi levado de Everett, nos Estados Unidos, para Paris, na França, já que a linha aérea da CMA CGM é baseada neste país.

Porém, desde o sábado, 4, até esta segunda-feira, 6, já se vão três dias em que o Boeing 777F realiza voos apenas entre os aeroportos CDG de Paris, Toulouse e Lyon, todos na França. Já forma completados 11 operações entre essas cidades, enquanto os demais quatro jatos Airbus A330F da companhia seguem cumprindo voos para a Ásia e os Estados Unidos.

Histórico de voo do 777F – Imagem: RadarBox

Mas, apesar do movimento a princípio estranho porque a empresa nunca anunciou planos de voos domésticos de carga da França, a explicação do motivo desses voos foi apresentada pelo Aviation Toulouse, um conhecido perfil no Twitter (@Frenchpainter) que fotografa as aeronaves no aeroporto francês e que possui informações dos bastidores da aviação no local.

Ao publicar fotos do grande jato 777F operando em Toulouse, ele afirmou que a operação está relacionada ao treinamento dos pilotos da companhia no novo equipamento da frota.

Como visto na publicação acima, diante do fato de um avião novo da Boeing estar operando no aeroporto onde fica a sede da Airbus, ele brinca dizendo: “é como se estivesse no metaverso…Você viu algum Airbus novo em Seattle por esses dias?”, fazendo referência à sede da Boeing na cidade americana.

Não há informações detalhadas sobre por quanto tempo o avião continuará sendo utilizado localmente para treinamento de tripulantes, mas não deve demorar muito para que o novíssimo “triplo sete” parta para as longas jornadas transoceânicas e transcontinentais das rotas da CMA CGM.

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Marinha do Brasil recusa oferta saudita e afunda seu último porta-aviões

0
Apesar das preocupações de que o porta-aviões aposentado estava cheio de materiais tóxicos, o Brasil afundou uma nave desativada no oceano.