Início Acidentes e Incidentes Com assimetria de potência, 737 da Gol decola do Santos Dumont e...

Com assimetria de potência, 737 da Gol decola do Santos Dumont e pousa ali do lado, no Galeão

Trajetória da aeronave envolvida no incidente – Imagem: RadarBox

Na última quinta-feira, dia 2 de dezembro, leitores entraram em contato com o AEROIN perguntando a respeito de um desvio realizado por uma aeronave da Gol Linhas Aéreas, também ocorrido no mesmo dia. Após os diversos questionamentos sobre que teria acontecido nesse voo em específico, trazemos as informações apresentadas ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).

De acordo com o banco de informações, a aeronave envolvida no incidente, é o Boeing 737-700 registrado sob a matrícula PR-GEH, que estava realizando um voo regular de passageiros do Rio de Janeiro para Salvador, na Bahia.

O voo G3-2090 decolou por volta das 06h08 do Aeroporto Santos Dumont com 114 passageiros e 5 tripulantes, entretanto, durante a fase de subida e com a aeronave chegando a 29 mil pés de altitude, os pilotos identificaram uma assimetria de potências entre os dois motores.

Boeing 737-700 da Gol Linhas Aéreas

A tripulação, então, diante da anormalidade com a potência dos motores, consultou o manual de referência rápida (QRH) do jato e decidiu alternar para o Aeroporto Internacional do Galeão, não distante do aeroporto de origem.

Assim como você pode observar a imagem abaixo, obtida através do RadarBox, a aeronave ainda realizou uma órbita (voo em padrão de espera), antes de alinhar e pousar no Galeão pela pista 15, cerca de uma hora após a decolagem e sem mais intercorrências.

O Boeing 737-700 envolvido no incidente permaneceu em solo até o dia seguinte, tendo realizado um voo para o Guarulhos, em São Paulo. Os passageiros foram remanejados.

Imagem: RadarBox

Leia mais:

Sair da versão mobile