Com falha no trem de pouso, avião da Azul foi obrigado a pousar em local alternativo

ATR-72 da Azul Linhas Aéreas semelhante ao envolvido na ocorrência

Uma aeronave da Azul Linhas Aéreas teve problemas no sistema do trem de pouso, obrigando os pilotos a alternarem o aeroporto. O incidente ocorreu na semana passada, sendo reportado pela empresa ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).

A ocorrência aconteceu com o bimotor ATR 72, registrado sob a matrícula PR-AQB, que estava realizando o voo de passageiros entre a cidade de Campinas e São José do Rio Preto, ambas no interior de São Paulo, na última quinta-feira (28). Conforme consta no banco de informações do CENIPA e também dados da plataforma RadarBox, a aeronave decolou do Aeroporto Internacional de Viracopos às 14h06 locais, no voo AD-4270, com 70 pessoas a bordo, sendo 66 passageiros e 4 tripulantes.

O voo ocorreu sem intercorrências quase que na sua totalidade, entretanto, durante a fase de pouso, a alavanca do trem de pouso permaneceu com a luz vermelha acesa, indicando que o dispositivo não havia sido baixado. Conforme a imagem abaixo obtida através do RadarBox, os pilotos arremeteram a aeronave e em seguida realizaram cerca de sete órbitas de espera, de modo a executar os procedimentos previstos no manual do fabricante.

Trajetória da aeronave envolvida no incidente – Imagem: RadarBox

Após a execução do checklist, os pilotos decidiram alternar para o Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, distante a cerca de 170 quilômetros, que possui uma pista com maior comprimento em relação à pista do destino inicial.

Os pilotos realizaram uma passagem baixa sobre a pista do Aeroporto de Ribeirão Preto e, após a confirmação de que o trem de pouso estava baixado, efetuaram um pouso sem intercorrências, às 16h56 locais. A aeronave permaneceu no solo até o dia seguinte, tendo realizado um voo para Campinas.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

O avião criado para jamais ser usado, mas que está de...

0
Recentemente, no dia 28 de julho de 2022, pousou na Base Aérea de Brasília o Boeing E-4B Nightwatch, uma variante do versátil Boeing 747