Com o fim do 747, Boeing pode estar preparando o 777-8X cargueiro

Um ano após surgirem os primeiros indícios de uma versão cargueira do gigante Boeing 777-8X, uma data surge para o possível lançamento do modelo. Esse pode ser o trunfo da fabricante americana num momento em que a produção do cinquentenário jumbo está próxima do fim.

Boeing 777-8X

A idéia de um 777-8X cargueiro foi dada há um ano atrás pelo CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, que afirmou: “Espero que a Boeing lance um cargueiro baseado no 777X, e seguindo o que os clientes querem, então teremos cargueiros mais eficientes. Também gostaríamos de ser o cliente-lançador devido à confiança que temos na fabricante”.

A Boeing, na época, confirmou que estava conversando com seus clientes sobre a possibilidade de criar um 777-8X cargueiro, mas, de lá para cá, a situação mudou: veio a crise do 737 MAX, os problemas com o próprio 777X e o coronavírus.

Agora, após ganhar uma disputa na justiça sobre a entrega dos jumbos 747 para a russa Volga-Dnepr, ficou claro que a Boeing não quer extender mais a fabricação do Jumbo.

Segundo o conceituado analista Scott Hamilton da Leeham News, a Boeing estaria considerando lançar o 777X em 2023 ou 2024, ou seja, apenas dois anos depois do fim da produção do 747-8, modelo que teve como principal mercado o setor cargueiro

Vale lembrar que o 777X e o 747-8 não são mutuamente excludentes, isso é, o 747 possui o recurso de carregar pelo nariz, o que permite a entrada de peças que não podem ser carregadas pela porta lateral. Como a Boeing lidará com isso, ainda é uma incógnita.

O 777X é a versão mais moderna do famoso 777 e tomará seu trono como maior avião bimotor do mundo. A versão cargueira do 777 de primeira geração atingiu a marca de 230 encomendas, um recorde para um jato que já sai de fábrica configurado para transportar carga aérea.

Ao mesmo tempo, avança o projeto para as conversões do 777-300ER em cargueiro. O avião deve decolar até o próximo ano e entrar em serviço em 2022. O recente aquecimento do mercado de carga aérea provocado pela pandemia tem acelerado os projetos de cargueiros pelo mundo:

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Relato de brasileiro revela o que teve o avião A330 que...

0
Segundo o viajante, os passageiros já estavam a bordo do Airbus A330 quando os pilotos não puderam prosseguir com o voo.