Com mais de 260 jatos Airbus da frota, o maior avião de passageiros da IndiGo passa a ser da Boeing

Foto: Turkish Technik

A Indigo, uma transportadora indiana de baixo custo, anunciou em fevereiro de 2023 a início de operações do Boeing 777 entre Delhi e Istambul usando aeronaves arrendadas da Turkish Airlines. As duas companhias aéreas já praticavam code-share nos voos entre Istambul e a Índia, mas os diferentes tipos de produtos a bordo oferecidos por cada uma das companhias aéreas gerou alguns atritos pontuais.

Atualmente, a Indigo opera esses voos com aeronaves pintadas com as cores da Turkish Airlines, mas isso está prestes a mudar com a Turkish Technic tendo concluído a repintura de dois jatos que serão atribuídos à operação Indigo no esquema de cores da companhia aérea indiana. Para efeito de curiosidade, esses serão os únicos dois Boeings da frota da Indigo, que já tem 262 aviões Airbus e mais 39 ATR 72.

Com a chegada dos dois Boeing 777, a Indigo está prestes a dar uma guinada, já que nunca antes havia operado widebodies com suas cores e promete a seus passageiros uma experiência de voo única. Alguns até acreditam que pode ser um ensaio para algo “maior” num futuro, como a operação de outras rotas internacionais de longo curso.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Bombardier reclama de preferência do Governo do Canadá pela Boeing e...

0
A Bombardier solicitou ao governo federal do Canadá que abra uma concorrência para o contrato de substituição dos aviões de vigilância