Com restrições da China, pela 1ª vez um só voo leva todo o Time dos EUA para as Olimpíadas

O Airbus A350-900 partindo de Los Angeles nesta quinta-feira – Imagem: Delta

Os atletas do “Team USA”, a equipe dos competidores dos Estados Unidos que disputarão as diversas modalidades esportivas nas Olimpíadas, decolaram na manhã desta quinta-feira, 27 de janeiro, a bordo de um voo fretado da Delta partindo de Los Angeles para conectá-los aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022.

Os Jogos Olímpicos de Inverno possuem apenas esportes que envolvem gelo e neve, e são realizados a cada quatro anos nos intervalos dos Jogos de Verão, estes mais tradicionais e acompanhados por todo o mundo.

O voo marca a mais recente etapa da jornada de oito anos da Delta como companhia aérea oficial da equipe dos EUA desde 2020 até os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Los Angeles em 2028 (LA28).

A Delta também levará a Equipe Paralímpica dos EUA em fevereiro para os Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, programados para começar em 4 de março.

Os atletas da Equipe dos EUA normalmente viajam para os Jogos com base em seus horários individuais, e não todos juntos de uma só vez, portanto, esta é a primeira vez que ocorre um movimento como esse.

O voo no avião A350-900 com destino a Pequim está operando como fretamento para atender aos requisitos de entrada do governo chinês por conta da Covid-19.

Imagem: Delta

“Esses atletas estarão competindo e representando os Estados Unidos sem família, amigos ou fãs nas arquibancadas. Portanto, estamos determinados a tornar este primeiro charter exclusivo da equipe dos EUA uma experiência inesquecível – uma onde os atletas se sintam tão especiais durante sua jornada quanto nos sentimos orgulhosos de vê-los competir”, disse Tim Mapes, diretor de marketing e comunicações.

No evento de despedida no aeroporto de Los Angeles, organizado pela Delta, mais de 200 atletas e treinadores caminharam por um tapete vermelho e embarcaram através de um hangar particular.

Curiosamente, o Airbus A330neo da Delta especialmente pintado com os dizerem “Team USA”, de matrícula N411DX, ficou exposto no hangar por onde os atletas passaram, enquanto o Airbus A350 de matrícula N505DN os levou a Pequim.

Imagem: Delta

Possivelmente, a escolha de seu por motivo de capacidade, já que o último leva 20 passageiros a mais que o primeiro, ou talvez por alcance para o voo direto até a Ásia, já que ainda fez uma escala em Seul, na Coreia do Sul, antes de chegar à cidade chinesa.

Com informações da Delta

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Divulgada a Concepção Operacional sobre o gerenciamento do tráfego aéreo não...

0
As normas são de fácil acesso, servindo não somente aos órgãos públicos e privados, mas, principalmente, aos cidadãos de todo o país.