Início Acidentes e Incidentes

Comandante em treinamento em um Embraer 175 passa mal em voo e, infelizmente, não resiste

Embraer 175 da American Eagle, semelhante ao do caso descrito a seguir

Uma triste ocorrência que se desenvolveu a bordo de um Embraer 175 durante um voo de passageiros, no último sábado, 19 de novembro, culminou no falecimento de um piloto em treinamento, mesmo após tentativas de reanimação.

O caso ocorreu a bordo da aeronave registrada sob a matrícula N269NN, da Envoy Air a serviço da American Eagle, divisão regional da American Airlines, quando realizava o voo AA-3556 de Chicago para Columbus, nos Estados Unidos.

De acordo com dados do The Aviation Herald, a aeronave decolou da pista 28R do Aeroporto Internacional O’Hare e iniciou a subida, entretanto, pouco minutos depois, o comandante instrutor, que estava como primeiro oficial no assento da direita no cockpit, relatou ao controle de tráfego aéreo que o comandante em treinamento ficou incapacitado como se estivesse ‘nocauteado’.

Diante da situação, o comandante instrutor parou a subida da aeronave a 5 mil pés (cerca de 1,52 km) de atitude e posicionou a aeronave para pouso na pista 28C do aeroporto de origem.

O pouso ocorreu seguramente e a trajetória da aeronave pode ser observada abaixo na imagem, obtida através da plataforma RadarBox.

Trajetória do E175 envolvido na ocorrência – Imagem: RadarBox

Após o pouso e atendimento ao comandante em treinamento, foi relatado que ele faleceu, apesar das manobras de ressuscitação.

Leia mais:

Sair da versão mobile