Comissário de voo mais antigo da Latam tem 34 anos de casa e 2.000 travessias do Atlântico

Desde 1989, o som dos motores das aeronaves e o aviso para afivelar os cintos fazem parte da rotina do paulistano Luiz Henrique Moraes Virgolino. Comissário de Voo mais antigo da LATAM, o profissional de 58 anos dedica boa parte de sua vida ao nobre exercício de resguardar com empatia a segurança e o bem-estar dos passageiros que embarcam com a companhia.

Com 34 anos de casa, acompanhou de perto a evolução de uma profissão muito marcada no passado pelo estereótipo de uma vida para poucos, recheada de glamour e privilégios. Hoje, acumulando mais de 2 mil travessias sobre o Oceano Atlântico a bordo de aeronaves, Luiz faz parte de uma aviação cada vez mais profissionalizada e diversa.

Morador em grande parte de sua juventude da periferia da Zona Sul da Capital, Luiz sempre carregou consigo uma certeza: não gostava de rotinas. Ao concluir o ensino médio, teve como primeiro emprego a profissão de vendedor de telefones em uma estatal de telecomunicações, onde ficou por pouco tempo.

“Eu sempre gostei de lidar com o público, mas buscava uma profissão mais flexível, em que eu pudesse conhecer diferentes lugares e culturas. Foi quando me interessei pela aviação”, conta Luiz. 

Com a realização dos cursos para comissário, aos 24 anos foi contratado pela LATAM, naquela época uma companhia aérea em ascensão, com apenas 5 aeronaves e um time de 30 comissários.

“Nosso público era majoritariamente de executivos que viajavam a negócios para cidades como Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Araçatuba”, complementa. Luiz foi contratado em um período em que o padrão de exigência para a seleção por parte das companhias aéreas era elevado. “Era preciso falar inglês fluentemente, ter um peso considerado ideal, altura e idade. Não podia ter cicatrizes ou tatuagens”, lembra.

Passados 34 anos, o paulistano acompanhou de perto o crescimento da LATAM de 5 aeronaves para a maior companhia aérea da América Latina. Neste espaço de tempo, fez parte de momentos importantes na história da empresa, como quando compôs a tripulação do primeiro voo internacional da companhia na rota entre Miami (EUA) e São Paulo/Guarulhos, no atendimento de personalidades e autoridades a bordo, e conheceu lugares que nunca imaginou. 

Mais do que isso: Luiz acompanhou como parte da história a ruptura dos padrões estéticos exigidos para a profissão e a abertura para a diversidade e inclusão. Hoje, o grande atributo para o profissional que busca a carreira é ser um verdadeiro agente de segurança. Além de cuidar de cada passageiro para que chegue bem ao seu destino, é necessário atuar pela segurança e bem-estar de todos a bordo de um voo. “É um grande progresso. Sinceramente, nunca achei que isso aconteceria”, finaliza. 

Informações e fotos: Latam Airlines

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Aeroporto de Confins teve mais de 20 lojas inauguradas somente neste...

0
Ao longo desses nove meses, foram inauguradas 24 lojas pelo terminal do BH Airport, tanto de varejo quanto de alimentação.