Companhia aérea suspensa por falta de segurança retoma voos amanhã

Foto: Azman Air

A companhia aérea nigeriana Azman Air anunciou que retomará as operações de voo a partir de 16 de maio de 2021, com voos diários a quatro pares de cidades, aumentando para mais três destinos uma semana depois. A retomada acontece após a empresa ter ficado suspensa por dois meses.

Em março, a empresa aérea baseada em Kano, foi suspensa pela Autoridade de Aviação Civil da Nigéria (NCAA) por razões de segurança, ao não conseguir assegurar que estava realizando a manutenção adequada das aeronaves. Uma auditoria da NCAA destacou dívidas não liquidadas de US$ 3,8 milhões e gerentes de manutenção e de operações de voo despreparados para as funções, os quais foram substituídos.

Após uma nova auditoria, concluída em 1º de maio, a empresa voltou a ter permissão para comercializar voos. Ironicamente, a empresa utiliza o slogan “Fly Safe, Fly Azman”, algo como “Voe Seguro, Voe Azman”, na tradução.

Publicações da empresa em redes sociais informam que a companhia vai reiniciar as operações com voos diários de ida e volta entre Lagos e Abuja; Kano e Lagos; Kano e Abuja; e Abuja e Maiduguri. Em 23 de maio, adicionará rotações entre Lagos e Kaduna; Abuja e Birmin Kebbi; e Abuja e Gombe. A companhia aérea disse que as passagens não utilizadas durante a suspensão seriam alteradas sem nenhum custo.

Atualmente, segundo o inventário do Planespotters, a Azman Air possui uma frota composta por jatos Boeing 737-300 (duas unidades) e 737-500 (quatro unidades)l. Além eles, ainda tem um Airbus A340-600, adquirido no ano passado, e que é usado em voos especiais, como os de peregrinação para Meca – embora a pandemia ainda não tenha permitido a estreia que a empresa gostaria para essa aeronave.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Devido ao que tinha na mala no Aeroporto de Confins, PF...

0
A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal e a Polícia Civil, prendeu o passageiro que desembarcou no Aeroporto de Confins.