Concluídos os voos da primeira turma de Cadetes da Força Aérea Brasileira a usar o avião T-27M

Imagem: S H. Pereira / AFA

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou nesse sábado, 3 de dezembro, que os Cadetes Aviadores do 4º Esquadrão, Turma Anúbis, concluíram os voos de instrução na aeronave T-27M, operada pelo 1º Esquadrão de Instrução Aérea (1º EIA), na Academia da Força Aérea (AFA) em Pirassununga (SP).

De forma a simbolizar e marcar o término do Curso, foi feita uma foto com Instrutores de Voo e Cadetes em frente ao histórico Lago do Lachê.

Após mais de 10 mil horas voadas, a turma concluiu o curso mais extenso dos últimos anos. A bordo da aeronave T-27M, a versão recém-modernizada do Embraer T-27 Tucano, e com vistas a extrair todas as capacidades dos novos sistemas embarcados, o curso teve um caráter inovador.

T-27M

“Houve acréscimo de diversas missões de navegação por instrumentos, voos solo de navegação visual, bem como foi implementado um novo conceito de instrução glass cockpit nas demais fases”, disse o Comandante do 1º EIA, Major Aviador Guilherme Gonçalves Herculian.

O Comandante da Academia, Brigadeiro do Ar Marcelo Gobett Cardoso, ressaltou acerca do momento:

“As longas e intensas horas de treinamento, de formação e de fortalecimento de valores, que jamais deverão ser esquecidos. Este momento é motivo de agradecimento a todos os setores, aos mantenedores e à Força Aérea Brasileira, que trabalhou para que chegássemos neste dia e o eternizássemos com esta foto.

Nós concluímos o curso dentro do prazo e cumprimos a missão, de modo que todos pudessem garantir, a partir do Aspirantado, suas férias juntos aos seus familiares. Tenho certeza de que serão entregues, para a Força Aérea, Oficiais Aviadores melhor preparados após a implantação da aeronave T-27M.”

Por fim, o Cadete Aviador Matheus Niel Moroni, do 4° Esquadrão, demonstrou toda sua satisfação com o objetivo atingido: “Ter a oportunidade de finalizar o curso no T-27M é algo único. Saber que, pelo esforço e dedicação de todos os instrutores, mecânicos, companheiros de Turma, família e amigos, pude realizar um sonho. Para alguns, quatro anos de formação, para outros, sete, mas a emoção e a gratidão são as mesmas ao dar mais um passo para nos tornarmos Oficiais da FAB”.

A Turma Anúbis é a primeira turma de Cadetes formada após a implantação do T-27M na instrução aérea da AFA.

Informações da Força Aérea Brasileira

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Aeroporto de Cascavel faz buracos na cerca para fotógrafos registrarem pousos...

0
Desde novembro a gestão do espaço instalou buracos na cerca operacional do aeroporto que estão reservados e sinalizados para aos fotógrafos.