Conferência de operadores mundiais do caça Gripen é realizada em Salvador (BA)

Saab F-39 Gripen da Força Aérea Brasileira

Entra a segunda e a sexta-feira da semana passada, período de 8 a 12 de novembro de 2021, ocorreu no Brasil a Conferência do Grupo de Operadores de Gripen (Gripen User’s Group – GUG). O evento foi realizado nas instalações do Centro Militar de Convenções e Habitações da Aeronáutica (CEMCOHA) em Salvador (BA).

O encontro, que está programado para ocorrer semestralmente em um país diferente o qual está operando a aeronave no momento, estava parado em virtude das consequências da pandemia da COVID-19, e neste mês de novembro, retornou às suas atividades regulares.

A conferência ficou sob a responsabilidade do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), gerenciada pelo Chefe da Terceira Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Antonio Luiz Godoy Soares Mioni Rodrigues.

As reuniões contaram com a participação das delegações do Brasil, Suécia, Hungria, República Tcheca e Tailândia. Na comitiva brasileira participaram, também, o Chefe de Operações da Terceira Subchefia do EMAER, Coronel Sergio Heitor Carpinteiro Peres Junior; o Gerente do Projeto Gripen na COPAC, Coronel Claucio Oliveira Marques; o Presidente do Grupo de Trabalho Fox (GT-Fox) do COMPREP, Tenente-Coronel Felipe Bombarda Guedes; além de membros do GT-Fox.

Imagem: Força Aérea Brasileira

O Chefe da 3SC do EMAER, Brigadeiro Soares, enfatizou a importância do encontro. “A reunião do GUG é um evento de grande relevância, ao permitir que os países que operam as aeronaves Gripen possam compartilhar experiências, discutir e buscar soluções para questões relacionadas ao desenvolvimento e acompanhamento do respectivo projeto, além de estreitar os laços entre as nações amigas”, declarou.

Gripen User’s Group – GUG

O GUG é um grupo criado com o objetivo de, semestralmente, reunir os países operadores da aeronave Gripen para discutir e analisar questões referentes à aquisição, desenvolvimento, operação e logística do projeto, de modo a buscar soluções para os óbices encontrados por cada país membro.

O Brasil, devido à recente aquisição de 36 caças F-39, começou a participar do GUG a partir do segundo semestre de 2017, vindo a presidir a conferência, pela primeira vez, em 2018, em Brasília (DF).

Informações da Força Aérea Brasileira

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias