Decola o ‘Air Force One’ com Joe Biden a bordo; saiba como rastrear o avião no radar

Foto: USAF

Decolou no final da manhã desta quarta-feira (23) o Boeing 747-200 (VC-25) de marca 82-8000 com o presidente americano Joe Biden a bordo. Sempre que o mandatário dos Estados Unidos está a bordo de um avião, esse recebe o código de chamada de rádio de “Air Force One“.

A aeronave altamente customizada serve como um alongamento da Casa Branca, permitindo ao presidente despachar, fazer conferências e até comandar ações militares. Na missão desta semana, Biden segue rumo à Bruxelas, onde se reunirá com lideranças da União Europeia para discutir a situação da Ucrânia e novas sanções à Rússia.

Como rastrear

Um avião tão especial nem sempre é rastreável em plataformas de monitoramento de voos, como Radarbox ou FlightRadar24.

No entanto, ainda assim é possível acessar ferramentas que usam dados brutos e não filtrados de ADS-B, como é o caso do ADS-B Exchange. Por ele, sim é possível encontrar a aeronave presidencial americana, como mostra a imagem abaixo.

Para ver por onde passou o Air Force One, portanto, basta acessar o site do ADS-B Exchange em globe.adsbexchange.com e, na busca, procurar por “82-8000”, que é a marca do avião da Força Aérea dos EUA. O resultado deve ser uma imagem semelhante à abaixo, se o avião estiver em voo.

Serve para outros aviões

O mecanismo do ADS-B Exchange também rastreia toda uma sorte de aviões que são filtrados (bloqueados) em outras ferramentas mais populares. Aviões militares são comumente visíveis na aplicação, desde que estejam com o equipamento de ADS-B ligado. Quando em zonas de conflito, as aeronaves voam com tal aparelho desligado por motivos de segurança.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Passageira seminua cospe em comissários por querer upgrade para classe executiva

0
O caso teria ocorrido após a passageira querer um upgrade para um assento na Classe Executiva, enquanto voava de Abu Dhabi para Mumbai.