Delta Air Lines antecipa data de aposentadoria do modelo regional CRJ-200

Foto: formulanone, CC BY-SA 2.0, via Wikimedia

A exemplo do que já fizeram outras empresas, a Delta Air Lines será mais uma aérea a se desfazer dos jatos regionais CRJ200 de 50 assentos, que atualmente estão em operação na sua subsidiária regional. A expectativa do presidente Glen Hauenstein é que a retirada do modelo aconteça até o final do segundo trimestre de 2023.

De acordo com a Associação Regional de Companhias Aéreas dos EUA (RAA), o número de CRJ200 voados em seu país caiu mais de 60% entre 2008 e 2020, à medida que as aéreas aumentaram seus voos em aeronaves regionais de 70 a 76 assentos, as maiores permitidas pelo acordo das empresas regionais.

Em 2020, a Delta já havia anunciado eliminaria gradualmente seus 125 CRJ200 voando como Delta Connection até o final de 2023.

Na época, os motivos apresentados foram simplificação da frota, modernização e racionalização da frota, melhor experiência do cliente e economia de custos. Esse prazo, no entanto, foi antecipado para o meio do próximo ano.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Dois Airbus A330 da Azul vão para o desmanche após voarem...

0
Ao longo das próximas semanas, a Azul Linhas Aéreas vai retirar de sua frota de longa distância as duas aeronaves Airbus A330-200