Delta cancela todos os voos para o Brasil após 23 anos

Em resposta à pandemia de Coronavírus em andamento, a Delta continua fazendo ajustes em toda sua malha aérea, com base nas diretrizes do CDC. Com isso, mais cortes de rotas estão sendo programados, inclusive dos voos ao Brasil.

A estreia dos voos da Delta ao Brasil aconteceu em 17 de junho de 1997, quando um Boeing 767-300 fez a rota Cincinatti-Atlanta-São Paulo, cumprindo o voo DL104. Àquela época, a empresa entrava no país em um momento em que a economia era favorável e as viagens ao exterior estavam em alta.

No entanto, agora a época de esperar até que o mundo se cure e, para tanto, as operações estão canceladas. Confira abaixo como fica a malha da Delta para Abril – a empresa destaca que essa rede pode sofrer alterações, dependendo de como avança a pandemia.

Uma lista de suspensões e reduções de serviços específicos pode ser encontrada aqui .

Voos Transatlânticos

Após reduzir significativamente o serviço dos EUA para a maior parte da Europa e do Reino Unido, a Delta operará um voo diário para os seguintes destinos:

  • Atlanta para Amsterdã
  • Atlanta para Londres-Heathrow
  • Detroit para Amsterdã

Voos Trans-Pacíficos

A Delta operará o seguinte cronograma para a região Ásia-Pacífico:

  • Atlanta a Tóquio-Haneda (até cinco vezes por semana)
  • Detroit para Tóquio-Haneda (até seis vezes por semana)
  • Detroit para Seul-Incheon (até cinco vezes por semana)
  • Honolulu para Tóquio-Haneda (serviço reduzido)
  • Honolulu para Nagoya (serviço reduzido)
  • Honolulu para Osaka (serviço reduzido)
  • Seattle para Tóquio-Haneda (até sete vezes por semana)
  • Seattle para Seul-Incheon (até cinco vezes por semana)

Caribe

Após suspensões em resposta às restrições de viagens dos governos, a Delta continuará o serviço principalmente em Porto Rico e na República Dominicana:

  • Atlanta para San Juan (operação diária)
  • Atlanta para St. Thomas (a partir de 24 de abril)
  • Nova York-JFK para Santo Domingo (operação diária)

México

A Delta continuará operando no México com o seguinte cronograma reduzido:

  • Atlanta para Cancun (operação diária)
  • Atlanta para Cidade do México (operação diária)
  • Los Angeles para Los Cabos (operação menos que diária)
  • Los Angeles para Puerto Vallarta (menos de operação diária)
  • Salt Lake City para Cidade do México (operação menor que a diária)

Canadá

Após suspensões recentes, a Delta continuará a operar no Canadá com o seguinte cronograma reduzido:

  • Atlanta para Toronto (um voo diário)
  • Detroit para Montreal (dois vôos diários)
  • Detroit para Ottawa (um voo diário)
  • Detroit para Toronto (dois vôos diários)
  • Minneapolis para Calgary (um voo diário)
  • Minneapolis para Edmonton (um voo diário)
  • Minneapolis para Saskatoon (um voo diário)
  • Minneapolis para Winnipeg (um voo diário)
  • Nova Iorque-JFK para Montreal (um voo diário)
  • Nova Iorque-JFK para Toronto (um voo diário)
  • Seattle para Vancouver (dois vôos diários)

Fornecendo um ambiente seguro e limpo

Segundo a Delta, sua maior prioridade é garantir a saúde e a segurança de clientes e funcionários. A companhia aérea frequentemente desinfecta os quiosques de check-in, balcões de bilheteria, áreas de portões, pontes de jato e muito mais. Mais informações sobre os procedimentos de limpeza podem ser encontradas  aqui .  

A Delta está respondendo ao feedback de clientes e tripulantes, migrando temporariamente para ofertas essenciais de alimentos e bebidas a bordo, além de ajustar os processos de serviço de bordo em todos os voos domésticos e de curta distância nos EUA, tudo para reduzir o número de pontos de contato físico em voo. Medidas semelhantes estão sendo tomadas em campo nos Delta Sky Clubs.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias