Destinos venezuelanos próximos à fronteira do Brasil não são liberados a receber voos

Imagem: Avior

O Instituto Nacional de Aviação Civil da Venezuela informou a qualificação de uma nova série de destinos para receberem voos durante uma “semana de flexibilização”, o que representa um grande avanço em termos de recuperação da conectividade aérea do país, visto que até agora as operações foram permitidas apenas em algumas cidades.

De acordo com nosso parceiro Aviacionline, os destinos adicionados a partir da última terça-feira, 6 de julho, são Maracaibo, El Vigía, Barquisimeto, Valência, Maiquetía, Barcelona, ​​Porlamar, Los Roques, Aeroporto de Caracas, Canaima, Cumaná, Las Piedras, Barinas e Maturín.

Devido à proximidade com o Brasil, no entanto, os estados de Táchira e Bolívar foram excluídos da lista.

As companhias aéreas venezuelanas poderão aproveitar esta reabertura momentânea do transporte aéreo durante a “semana da flexibilidade econômica, trabalhista e social” anunciada pelo governo bolivariano.

Além dessa medida de flexibilização, as operadoras venezuelanas anunciaram recentemente novas conexões e aumentos de frequência com relação a voos internacionais. No caso da Avior, aumentou seus voos entre Caracas e Santo Domingo, na República Dominicana. A Rutaca, por sua vez, inaugurou recentemente a rota Caracas – La Romana, também no mesmo país da América Central.

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Aeroporto de Vitória da Conquista (BA) tem crescimento de 35% no...

0
Entre os meses de janeiro e dezembro do último ano, quase 352 mil passageiros embarcaram e desembarcaram por meio dos voos regulares.