Início Variedades

Devido à Copa do Mundo, Catar vai abrir aeroporto a 2,1 km de distância do atual

Em preparação para um dos maiores eventos do planeta, a Copa do Mundo FIFA 2022, o Catar, país-sede do torneio, explora todas as alternativas que possui para permitir um suave fluxo de viajantes, que certamente lotarão seus comércios, hotéis e, claro, aeroportos. O campeonato será realizado entre 21 de novembro e 18 de dezembro.

Por conta disso, o pequeno país está reabrindo para passageiros um antigo aeroporto desativado em 2014, a fim de que possa lidar com o fluxo maciço de visitantes esperado durante a Copa.

As instalações em questão, são as do Aeroporto Internacional de Doha (DIA), que foi fechado para operações de rotina depois que o país abriu o Aeroporto Internacional de Hamad em um aterro adjacente ao antigo aeroporto e distante apenas 2,1 km do antigo terminal.

Aeroportos distam 2,1 km entre si – Foto: Google Maps

Embora o aeroporto de Hamad já tenha capacidade para receber 30 milhões de passageiros por ano e esteja passando por uma expansão para dobrar o número de passageiros, ainda há limitações no número de decolagens possíveis em suas duas pistas e o fluxo de aviões será realmente grande.

O DIA tem uma pista única de 4.570 metros e o antigo terminal de passageiros tem capacidade para receber cerca de 12 milhões de passageiros por ano. A partir do próximo mês, uma série de companhias aéreas regionais estão sendo transferidas temporariamente para lá, a fim de dividir o fluxo de viajantes.

Vale ressaltar que, apesar de não estar recebendo mais voos de passageiros, o DIA ainda está ativo para voos especiais, como da Força Aérea do Qatar.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.