Ed Force One já tem data para voltar e deve aparecer no Brasil

ED FORCE ONE CARDIFF PHOTO COPYRIGHT JOHN McMURTRIE 2016

O Boeing 747-400 da banda Iron Maiden, o Ed Force One, que se acidentou em Santiago no último dia 12 – aonde o caminhão de pushback atingiu os 2 motores do Jumbo – deverá voltar a voar segundo o chefe de operações da Air Atlanta Iceland, Stefan Eyjolfsson, em entrevista ao jornal chileno El Mercurio.

Diretamente da Islândia, o executivo da empresa que alugou a aeronave á banda, explicou que o acidente se deu por quebra da barra de direção durante o procedimento de pushback. O 747 ficou sem controle, que colidiu com o caminhão que o puxava, danificando 2 motores do Jumbo.

“O principal desafio era trazer as peças de reposição da Europa ao Chile. E já encontramos a maioria das peças necessárias.” disse Stefan.

Segundo o executivo os danos causados deverão ser cobertos por seguro, já os gastos médicos com os 2 trabalhadores feridos, dependem da Swissport, a empresa que era responsável pelo procedimento de pushback.

Stefan complementou que a empresa que tem mais de 30 anos, já passou por situações similiares, e que o previsto para que o Ed Force One volte a serviço é no dia 23 de Março, a tempo de levar a banda para os shows de Fortaleza e São Paulo, respectivamente nos dias 24 e 26 de Março. As outras cidades brasileiras irão receber o tour normalmente, sendo que a banda irá usar aeronaves fretadas, que segundo algumas fontes, seriam um Boeing 767 da ABSA Cargo e um 727 da LAS Cargo.

Traduzido e adaptado por Carlos Martins

el mercurio iron maiden 747 ed force one

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias