Início Empresas Aéreas

Companhia aérea El Al quer crescer com o desejo de ser a nova Emirates

Aero Icarus, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia

A tradicional empresa aérea de bandeira israelense El Al tem ganas de crescer e se posicionar como uma “nova Emirates” aproveitando-se da localização privilegiada de seu país. A sinalização foi dada pela nova gestão da companhia, que vê a chance de transformar Tel Aviv num hub de conexões globais, tal qual a Emirates faz com Dubai.

Como relatou o portal Paxex Aero, o executivo à frente da empresa, Ben Tal Ganancia disse: “temos de ser realistas e escolher percursos lógicos em relação à nossa localização geográfica. Mas o potencial é enorme”.

Há, no entanto, desafios que precisam ser vencidos antes. Para se tornar atraente para os passageiros em trânsito, a El Al teria que oferecer uma rede de rotas mais completa, e Ganancia também está ciente disso. No momento, a companhia aérea israelense voa para Hong Kong, Índia, Canadá, Seychelles, África do Sul, Tailândia e EUA. 

Outro tema são os tempos de conexão em Tel Aviv, muito mais longos do que em Istambul ou Dubai devido aos rigorosos controles de segurança israelenses. Por fim, a companhia aérea atualmente não conseguirá se desvencilhar de outro problema: por conta da religião judaica, no sábado a El Al não opera nenhum voo.

Ainda assim, há novas oportunidades. Algumas delas se abriram com os Acordos de Abraão, onde estados árabes e especialmente a Arábia Saudita abriram seu espaço aéreo para companhias aéreas israelenses.

Outro público que a empresa deseja abordar é aquele que viaja para Israel a fim de se unir com seus familiares ou por turismo religioso. Uma alternativa para esses viajantes é oferecer programas de stopover, ou seja, voos para outros destinos finais com uma parada de alguns dias em Israel.

Ao que tudo indica, a El Al está apresentando novo fôlego, após muitos anos sem inovações comerciais. Será importante acompanhar o desenrolar dessa história.

Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.